O encontro realiza-se no auditório da Escola Secundária Jácome Ratton, escola sede do Agrupamento Templários, em Tomar. Foto: Assoc. Pais Jácome Ratton

As Associações de Estudantes da cidade de Tomar vão apresentar na quarta-feira, dia 14, um manifesto reivindicativo, que aponta problemas e soluções, “com o objetivo de transformar a escola num lugar mais justo e acessível a toda a comunidade escolar”.

O “Manifesto do Estudante” tem “como prioridades a representação dos alunos nos conselhos pedagógicos das escolas, o apoio à saúde mental dos jovens, o aumento do pessoal não docente e o reforço das condições técnicas das escolas”, afirma uma nota enviada às redações.

O documento será apresentado na quarta-feira, dia 14, no auditório da Escola Jácome Ratton, em Tomar (Santarém), devendo contar com a intervenção do secretário de Estado da Educação, António Leite, entre outros, acrescenta.

Depois de se unirem na criação de um documento reivindicativo, o “Manifesto do Estudante: por uma escola mais democrática”, e de alcançarem um dos objetivos – um lugar para os alunos no Conselho Pedagógico do Agrupamento de Escolas Templários – as Associações de Estudantes das escolas de Tomar de Santa Maria do Olival e Escola Jácome Ratton vêm o seu movimento continuar a dar frutos.

Sob o mote do Manifesto do Estudante – o qual pretende “não só apontar, como também solucionar alguns aspetos com o objetivo de transformar a escola num lugar mais justo e acessível a toda a comunidade escolar” – a conferência vai ter lugar no auditório da Escola Jácome Ratton, em Tomar, às 11h00, com a intervenção de António Leite, à qual se seguirá a apresentação do Manifesto do Estudante, reunindo-se depois o secretário de Estado da Educação com as direções das Associações de Estudantes.

Para as 15h00, está programado um debate em torno da questão “Devem as escolas ser democráticas?”, o qual conta com a presença de Mário Nogueira, secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), de Maria Luísa Oliveira, Gestora da Academia do Plano Nacional das Artes, e Alexandra Leitão, deputada à Assembleia da República pelo Partido Socialista (eleita pelo círculo de Santarém).

A sessão de encerramento está agendada para as 16h30, com as intervenções das Associações de Estudantes, que vão falar sobre os próximos passos a dar.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.