Festas da Nossa Senhora da Boa Viagem, em Constância, ocorrem sempre pelo período da Páscoa. Este ano, devido à pandemia, são mais uma vez canceladas. Foto: Paulo Jorge de Sousa

Após dois anos sem as tradicionais Festas do Concelho e de Nossa Senhora da Boa Viagem, a autarquia constanciense tem tudo a postos para voltar a engalanar a vila com ruas floridas, tasquinhas e boa disposição. Aos jornalistas, o presidente da Câmara de Constância assume a existência de condições para o regresso do maior evento cultural do concelho em abril e expressa a motivação de toda a comunidade para trazer de volta uma tradição que este ano vai contar com mais um dia de festa.

Os primeiros sinais de que as Festas do Concelho e a Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem poderiam regressar à vila poema este ano foram dados com um comunicado no qual a autarquia constanciense convocava a população e responsáveis de instituições e comércio para participar numa reunião a 14 de fevereiro respeitante à decoração das ruas da vila.

Uma das diversas reuniões que vão também acontecer no âmbito das tasquinhas, com as associações, diz aos jornalistas Sérgio Oliveira, que assume com clareza: “Nós estamos a trabalhar no sentido de haver festas. O nosso plano é fazer as festas. (…) A não ser que haja alguma contrariedade muito grande neste tempo que haja até lá que nos faça cancelar o evento”.

“Passados dois anos sem realizar aquele que é o maior evento cultural do concelho, que envolve a população, as associações e a comunidade local numas festas que são a afirmação daquilo que é a identidade e as tradições do concelho, acho, com o baixar dos números que temos verificado nos últimos dias e com a posição das pessoas que têm conhecimento sobre a matéria no aliviar das restrições, que estão criadas as condições para que consigamos fazer as festas”, considerou ainda o autarca em declarações aos jornalistas na quarta-feira, 16 de fevereiro, numa altura em que os especialistas reunidos no Infarmed sugeriam um alívio das restrições impostas no âmbito da Covid-19 – restrições essas que, na sua maioria, foram levantadas esta quinta-feira, 17 de fevereiro, conforme anunciou o Governo.

Também da parte da comunidade se sente a motivação pelo regresso das festividades, expõe o autarca, sublinhando o envolvimento da paróquia nas festas.

“As pessoas estão cheias de motivação, estão com vontade de fazer as festas. Mesmo nos trabalhadores da Câmara Municipal sente-se esse empenho em voltar àqueles hábitos de preparar as ruas, esses trabalhos todos que são feitos antes para engalanar a vila, envolvendo também a paróquia”, disse.

Festas da Nossa Senhora da Boa Viagem, em Constância. Foto de Arquivo: Paulo Jorge de Sousa

Já com datas marcadas, as Festas do Concelho 2022 e Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, que ocorrem simultaneamente, vão ter lugar de 15 a 18 de abril. É aqui que reside, para já, a única alteração aos moldes conhecidos destas festividades antes do aparecimento da pandemia: vão ser este ano quatro e não três os dias de festa, com o arranque logo na sexta-feira, dia 15.

Uma decisão da autarquia tomada “porque as pessoas merecem, passados dois anos sem festa”.

“Sabemos que, no que diz respeito à vila, a sexta-feira Santa tem um conjunto de cerimónias religiosas e que obrigam a um silêncio e uma paz, mas dar nota de que esta decisão foi articulada com o senhor padre e a paróquia está consonante com a decisão de realizar algum evento cultural na sexta-feira e fazer o arranque das festas logo na sexta-feira”, explana Sérgio Oliveira.

ÁUDIO | Presidente da Câmara de Constância sobre regresso das festas em 2022

Quantos aos cabeças de cartaz no que respeita à animação musical, o edil refere que serão à partida os mesmos que estavam anunciados para 2020, antes do cancelamento das festas, uma vez que foi feito acordo com os artistas que a autarquia tinham contratualizado em 2020, nomeadamente, Fernando Daniel, P*ta da Loucura e a banda do filme “Variações”.

Recorde-se que as Festas do Concelho/Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem representam o evento-maior da Vila Poema, enquanto espelho da cultura e identidade da terra e do seu povo, “um momento de união e de afirmação da nossa identidade coletiva”, conforme caracteriza a autarquia constanciense.

Nossa Senhora da Boa Viagem | Foto de Arquivo: mediotejo.net

“Uma festa que é feita por todas as forças vivas do concelho (Câmara, Juntas de Freguesia, Associações, Agrupamento de Escolas, Santa Casa da Misericórdia, Bombeiros, Guarda Nacional Republicana, Paróquia e a população em geral)”, onde saltam à vista as ruas ornamentadas, animação musical, a prova de atletismo, gastronomia e artesanato.

Um dos pontos altos tem que ver com a tradição religiosa da bênção das embarcações e das viaturas, uma cerimónia única no país que acontece à segunda-feira após o domingo de Páscoa, dia de feriado municipal e em que se celebra e homenageia também a Padroeira dos Marítimos, Nossa Senhora da Boa Viagem. 

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *