Arroz de Lampreia. Foto: Município VN Barquinha

Sável frito com açorda de ovas e arroz de lampreia são dois dos práticos típicos da gastronomia de Vila Nova da Barquinha que estão em destaque até 27 de março no “Mês do Sável e da Lampreia”, iniciativa que assinala este ano a sua 28.ª edição.

Após um festival do sável e da lampreia em formato take-away, em 2021, estas duas iguarias voltam a assumir o seu papel de destaque nas mesas da restauração barquinhense. Numa mostra gastronómica que assinala em 2022 os 28 anos da sua realização consecutiva, desde o dia 19 de fevereiro e até dia 27 de março são seis os restaurantes onde os amantes – e também os mais céticos – vão poder degustar os sabores e sentir os aromas destas espécies do rio.

Aos jornalistas, o presidente da Câmara Municipal da Barquinha não esconde, no entanto, a sua preocupação com a escassez destes peixes no rio. “Temos um caso complexo que é a falta de água no rio e as espécies, que são migratórias, tem dificuldade em subir o próprio rio, porque não havendo massas de água não conseguem subir”, elucida Fernando Freire.

“De qualquer maneira, não queríamos deixar de proporcionar à restauração uma possibilidade de fazer este evento”, destacou, sublinhando o papel da restauração na criação de riqueza para o território.

E são seis os restaurantes onde vai ser possível apreciar a cozinha típica e tradicional deste concelho banhado pelos rios Tejo, Zêzere e Nabão e historicamente ligado à atividade piscatória: Almourol (Tancos), Loreto (VN Barquinha), Ribeirinho (VN Barquinha), Sabores do Parque (VN Barquinha), STOP (Atalaia) e O Trindade (VN Barquinha). Pode consultar mais à frente nesta notícia os pratos que cada estabelecimento oferece.

Sável frito com açorda de ovas. Foto: Município VN Barquinha

Recorde-se que o Mês do Sável e da Lampreia é já uma tradição anual neste concelho ribeirinho, animando a restauração e atraindo milhares de visitantes a um território onde se pode visitar o Castelo de Almourol, a Igreja Matriz de Atalaia, o Centro de Interpretação Templário, o Parque de Escultura Contemporânea, o Centro Integrado de Educação em Ciências ou o mais recente Trilho Panorâmico do Tejo.

Como também já vem sendo tradição, ao provar estes pratos únicos da gastronomia portuguesa nos restaurantes durante a iniciativa ganha sempre algo mais do que a experiência dos sabores.

Aos fins de semana, o Município oferece passeios de barco ao Castelo de Almourol e visitas ao Centro de Interpretação Templário (um bilhete por dose).

Consulte os pratos disponíveis nos restaurantes aderentes ao Mês do Sável e da Lampreia:

  • Restaurante Almourol (Tancos) – Tel. 249720100 – Pratos: Lampreia com arroz de cabidela; Lampreia com batatinhas em forno de lenha; Arroz de cogumelos com lampreia; Sável frito com açorda de ovas.
  • Restaurante Loreto (V.N. Barquinha) – Tel. 913868147 – Pratos por encomenda: Arroz de lampreia; Sável frito com açorda de ovas.
  • Restaurante Ribeirinho (V.N. Barquinha) – Tel. 249712292 – Pratos: Arroz de lampreia; Sável frito com açorda de ovas.
  • Restaurante Sabores do Parque (V.N. Barquinha – aberto ao domingo) – Tel. 249726272 – Pratos: Arroz de lampreia; Sável frito com açorda de ovas.
  • Restaurante STOP (Atalaia) – Tel. 249710691 – Pratos: Sável frito com açorda de ovas, Lampreia com arroz de lampreia.
  • Restaurante O Trindade (V.N. Barquinha) – Tel. 916306351 – Pratos: Arroz de Lampreia; Lampreia à Bordalesa; Açorda de ovas com sável frito.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Entre na conversa

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.