Recolha seletiva porta a porta vai estender-se a Tancos. Foto arquivo: mediotejo.net

Desenvolvido pela RSTJ (antiga Resitejo), o projeto “Ecoponto à Porta”, que já se encontra implementado nas freguesias barquinhenses de Atalaia, Praia do Ribatejo e Vila Nova da Barquinha, e que tem como objetivo principal aumentar a quantidade de resíduos recolhidos seletivamente, vai agora estender-se também à freguesia de Tancos. Os trabalhos de sensibilização ambiental e a entrega dos ecopontos vão decorrer a partir de segunda-feira, dia 12 de setembro.

A partir daquele dia os moradores serão contactados por promotores devidamente identificados para apresentarem o projeto e sensibilizarem para a importância da separação das embalagens usadas, bem como para fazerem a entrega de equipamentos de deposição, pelo que cada lar será equipado com três contentores de 45 litros para o efeito, um por cada fluxo.

Os munícipes devem depois deixar à sua porta os contentores nos dias definidos para cada fluxo até às horas estabelecidas para o respetivo circuito, sendo que o papel/cartão é recolhido semanalmente, o plástico/metal duas vezes por semana e o vidro quinzenalmente.

Tendo começado a ser implementado em 2019 na Chamusca, desde então o projeto já se alargou a outros concelhos como Alcanena, Constância, Entroncamento, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha e, mais recentemente, Tomar e Golegã.

Para mais informações deve-se contactar através do número 249 749 010.

Leia mais sobre este projeto

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Entre na conversa

1 Comentário

  1. O projeto “Ecoponto à porta” não se encontra implementado em toda a freguesia de Praia do Ribatejo. Creio que a maioria das aldeias desta freguesia não é contemplada pelo projeto referido, como é o caso da aldeia onde resido, Limeiras. A forma como a notícia está elaborada pode induzir o leitor em erro, fazendo-o acreditar que todos os habitantes da freguesia beneficiam da recolha seletiva porta a porta.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.