Alunos durante a ação de plantação das árvores de futo no espaço escolar ((Foto: CMSertã)

Enquanto participantes no projeto nacional “Heróis da Fruta”, os alunos do Jardim de Infância da Sertã decidiram plantar um pomar na escola para, não só perceberem a importância do consumo da fruta, mas também aprenderem a cuidar do pomar, desde a produção da fruta ao seu consumo.

Promovido pela APCOI – Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil, o projeto “Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável” é atualmente o maior programa gratuito de educação para a saúde de âmbito nacional, com uma das maiores taxas de sucesso de sempre em reeducação alimentar infantil em Portugal. O Município da Sertã associou-se mais uma vez a este projeto, inscrevendo estabelecimentos escolares do concelho.

As escolas aderentes têm que realizar diversas atividades obrigatórias, sendo incentivada a suas proatividade no desenvolvimento de atividades facultativas, como foi o caso do pomar plantado pelo Jardim de Infância da Sertã.

Lançado o desafio pelo Jardim de Infância, José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, acedeu prontamente e o espaço entre o Jardim de Infância da Sertã e a Escola Básica da Sertã foi preparado pela autarquia para o efeito, tendo depois sido plantadas árvores de fruto: pereira, diospireiro, nespereira, damasqueiro, entre outras, num total de 16 árvores plantadas.

Após ter tido conhecimento da plantação do pomar, a APCOI confirmou tratar-se de uma iniciativa inédita e que poderá muito bem ser seguida por outras escolas, refere a nota de imprensa da autarquia.

serta_alunos plantam pomar3 (Foto: CMSertã)
A pereira foi uma das árvores plantadas peloS alunos do jardim de infância da Sertã (Foto: CMSertã)
serta_alunos plantam pomar2 (Foto: CMSertã)
Ação de plantação das árvores de fruto no espaço da escola (Foto: CMSertã)
serta_alunos plantam4 (Foto: CMSertã)
Uma nespereira também faz parte do pomar da Escola da Sertã (Foto: CMSertã)

Margarida Serôdio

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.