Torres Novas reduz consumo de água usada em rega nos espaços verdes. Foto Ilustrativa: Getty Images

Tendo em conta a situação de seca vivenciada, o município de Torres Novas tem adotado medidas que contribuam para a eficiência do uso da água, tal como a redução para cerca de 50% do consumo de água em rega nos espaços verdes municipais, adotada já em fevereiro passado.

“Face às condições de seca extrema em que o país se encontra, torna-se necessário tomar medidas adicionais de redução dos consumos de água”, escreve a autarquia torrejana, pelo que a mesma decidiu reduzir ainda mais o consumo de rega, nomeadamente através da eliminação de regas diurnas e redução em mais 33% do tempo de rega noturna, excetuando-se o caso do Jardim da Av. João Martins de Azevedo que continuará a realizar regas manuais diurnas por motivos técnicos.

Segundo o município, esta decisão “resulta da análise técnica efetuada e da monitorização contínua dos teores de humidade do solo de forma a garantir os aportes estritamente necessários à manutenção da qualidade e sobrevivência das plantas”, apelando igualmente a autarquia a que os munícipes também adotem medidas que permitam reduções no consumo de água.

Vários municípios do Médio Tejo têm estado a apostar no controlo da rega nos espaços públicos, alteração da flora nos jardins e campanhas de sensibilização sobre o mau uso de água como meios de combate ao desperdício.

Notícia Relacionada

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.