Alcanena implementa medidas para a diminuição do gasto de água. Foto: DR

O município de Alcanena, a par de outras autarquias da região, adotou algumas medidas no que toca à redução do consumo de água, face ao período de seca, nomeadamente no controlo da rega nos espaços públicos e campanhas de sensibilização sobre o mau uso de água como meios de combate ao desperdício.

Esta diminuição tem sido conduzida pela Aquanena (Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Alcanena), a qual tem implementado na rega dos espaços verdes sistemas automáticos com temporizadores, os quais definiu para funcionarem nas horas de menor calor, tendo ainda reduzido o tempo de rega e a sua periodicidade.

A empresa municipal alcanenense deliberou ainda “não autorizar fornecimentos extraordinários de água para fins não prioritários, nomeadamente, para o enchimento de piscinas, enchimento de poços ou outros sistemas de armazenamento de água (à exceção da eventual necessidade de fornecer água à população não servida pela rede pública de abastecimento para consumo humano, para consumo animal, ou outros prioritários a avaliar)”, segundo informação enviada ao nosso jornal.

Notícia Relacionada

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Entre na conversa

1 Comentário

  1. Penso que as medidas para a diminuição do gasto de água pública, passa, na maior parte dos concelhos da região, por obras vultuosos mas indispensáveis na susbstituição das condutas mais antigas, ainda em fibrocimento, que terão certamente perdas de água muito importantes. Aliás, era bom que as Câmaras fizessem um estudo nos seus concelhos onde se apurasse a percentagem de água que se está a pagar á EPAL e se estã a perder todos os dias. Certamente chegariam a números impressionantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.