© Reuters

Para os aficionados, a Feira do Cavalo, que decorre na Golegã de 4 a 13 de novembro, tem mais motivos de atração: duas corridas de toiros, uma no dia 6 e outra no dia 12 de novembro. São as duas últimas corridas que encerram a temporada tauromáquica e que se realizam na praça desmontável na estrada do Lorbão, perto da N243, na Golegã.

Em cada corrida, com início marcado para as 16h00, participam três cavaleiros e três grupos de forcados.

No domingo, 6 de novembro, atuam os cavaleiros Gonçalo Fernandes, Marcelo Mendes e Parreirita  Cigano. Nas pegas estão os forcados do Aposento do Barrete Verde de Alcochete, do Aposento da Chamusca e os Académicos de Coimbra. Os toiros vêm quatro da ganadaria Canas Vigouroux e dois da ganadaria de Cunhal Patrício.

No sábado seguinte, dia 12 de novembro, fazem parte do cartel os cavaleiros João Moura Caetano e Francisco F. Núncio e o rejoneador espanhol Andrés Romero. As pegas estão a cargo dos grupos de forcados do Ribatejo, da Chamusca e de Beja. Nessa tarde os toiros vêm das ganadarias Passanha e Paulo Caetano.

A organização é da empresa Ritmo Conveniente, Lda, do antigo forcado Paulo Josué, que já na feira do ano passado promoveu uma corrida com lotação esgotada.

Notícia relacionada:

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *