Filipa Francisco apresenta “Bom Anfitrião” em quatro espetáculos em Santarém, Alcanena, Tramagal (Abrantes) e Tomar. Foto: Bruno Simão

O novo espetáculo da coreógrafa abrantina Filipa Francisco, “Bom Anfitrião”, cujo tema são as alterações climáticas, vai ser apresentado em Tomar no sábado, dia 12, no Cineteatro Paraíso, e em Tramagal, nas instalações da Sociedade Artística Tramagalense (SAT), no dia 20 de novembro.

Natural de Abrantes, Filipa Francisco “tem desenvolvido um extenso corpo de trabalho coreográfico, muito ligado às questões sociais e à inclusão”, como os projetos com jovens da Cova da Moura, com reclusos do estabelecimento prisional de Castelo Branco e com diversas comunidades migrantes.

“Procura aproximar a dança de diferentes públicos usando estratégias de envolvimento que passam por utilização de memórias e vivências ou por cruzamentos entre o reportório das danças tradicionais com o contemporâneo”, afirma uma nota de divulgação dos espetáculos.

O seu novo trabalho, desenvolvido com quatro artistas das quatro zonas geográficas, foi já apresentado, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém (no dia 22 de outubro) e no Cineteatro São Pedro, em Alcanena (no dia 30 de outubro), e pode agora ser apreciado no Cineteatro Paraíso, em Tomar, no dia 12 de novembro. e na Sociedade Artística Tramagalense, em Tramagal (Abrantes), no dia 20 de novembro, às 16h00.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *