Javali no Tacho é um dos pratos do evento gastronómico. Foto: DR

Pratos autênticos e iguarias reconhecidas e confecionadas em sete restaurantes de Constância e com um denominador comum: o javali. Até este domingo, dia 14, o concelho acolhe a segunda edição do festival que exalta este produto local e que faz as delícias dos apreciadores desta carne.

Lombinho de javali com mel, ameixa e vinho do Porto, javali estufado com ervas aromáticas, caril de javali, javali estufado em molho de caju e frutos secos, “O piano e a batuta”, costelinhas de javali em redução de molho de ameixa, ensopado, cataplana, empanada, pica-pau, carne assada de javali em molho de laranja e mel e costeletas de javali grelhadas com migas e batata frita são alguns dos pratos disponíveis para esta segunda edição do Festival do Javali, em Constância.

Promovido pela primeira vez em 2019 pelo Município, o festival nasceu da vontade de promover a potencialidade deste produto ligado à identidade cultural e gastronómica do concelho.

Com interrupção em 2020, devido ao contexto pandémico, a autarquia refere em comunicado que a procura por parte dos apreciadores fez-se ouvir e este ano o festival é retomado com a segunda edição que está a decorrer durante uma semana, desde dia 6 e até 14 de novembro, em sete restaurantes do concelho: Dewal Divina, D. José Pinhão, Kais 66, Leopoldina Tavernas, Pezinhos no Rio, Taverna 1488 e Vila Camões.

“Com a promoção deste evento, pretende a autarquia e os restaurantes aderentes não só promoverem um produto que marca a sua presença no território, como também atrair mais público ao concelho, neste período em que se inicia a época tradicionalmente denominada de época baixa para o turismo”, expõe o Município de Constância em comunicado enviado ao mediotejo.net.

2.º Festival do Javali, em Constância. Imagem: CME

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *