Município comparticipa obras em Minde, Monsanto e Bugalhos. FOTO: mediotejo.net

A assembleia municipal de Alcanena votou por unanimidade uma comparticipação de 30 mil euros do município para apoiar o alargamento da Rua da Eira Velha, na freguesia de Bugalhos. Na sexta-feira, 23 de setembro, os deputados aprovaram ainda o financiamento em 50% das obras da Torre do Relógio, em Monsanto, e do Coreto de Minde.

As obras em Bugalhos, Monsanto e de Minde haviam sido aprovadas nas reuniões de executivo do mês de setembro. O Coreto de Minde já foi requalificado e o município vai pagar metade dos cerca de 6 mil euros gastos no empreendimento. Em Monsanto a Torre do Relógio precisa ainda de ser pintada, pelo que a Câmara se comprometeu em também pagar metade dos 7 mil euros necessários.

Já em Bugalhos a Rua da Eira velha precisa de ser alargada, obra que o presidente da junta, José Ramos, considerou em assembleia de “uma grande necessidade”. Dos cerca de 38 mil euros necessários, o município pagará 30 mil.

O tema gerou alguma discussão, ao questionar-se se este tipo de apoios vinham cabimentados em orçamento municipal. O presidente da assembleia, Silvestre Pereira, acabaria por resumir a questão, explicando que estas ” verbas de contingência” estão previstas em Orçamento, simplesmente “não vêm explícitas”

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *