Claustros do Convento de S. Domingos, em Abrantes, onde foi feita a intervenção pelo coletivo de artistas Boa Mistura no âmbito do Creative Camp 2016 (Foto: mediotejo.net)

Criatividade e Cultura – um binómio que é motor de desenvolvimento

Terminou ontem mais uma edição do 180 Creative Camp Abrantes.

Pelo quarto ano consecutivo, Abrantes foi invadida por jovens criadores. 40 participantes de diferentes países que fizeram do espaço urbano a sua casa. O palco da sua criatividade.

Desconstruíram conceitos. Construíram a sua marca. Interagiram com a população local. Jovens e menos jovens.

Contagiaram-nos com a sua energia criadora e prometeram voltar.
E Abrantes quer que voltem!

Porque estamos perante um evento que projeta Abrantes a nível nacional e internacional.

Porque acreditamos que investir na criatividade e na cultura é promover o desenvolvimento. Da nossa comunidade, do nosso tecido económico.

Este não é “mais um evento”.

É um evento em que apostamos e com o qual queremos continuara a afirmar e a reforçar a nossa centralidade e a nossa notoriedade externa.

É um evento que nos distingue porque, como diz a organização “It’s not that Kind of camp!”. Era essa marca diferenciadora que procurávamos e que nos levou a aceitar este desafio e abraçá-lo, ano após ano, com a certeza que com ele estamos a construir o futuro.

Mas é também um evento que, paulatinamente, tem vindo a reforçar a sua ligação à comunidade abrantina, numa “simbiose perfeita”, como disse o Sr. Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que visitou o 180 Creative Camp durante esta semana.

Mas mais do que palavras, convido-vos a uma breve incursão por aquilo que foi esta semana de criatividade.

Uma verdadeira Academia de Talentos. Uma aposta na educação não formal que queremos continuar a valorizar e a promover.

 

Maria do Céu Albuquerque

Presidente da Câmara Municipal de Abrantes

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *