DR

O investigador Manuel J. Gandra, Curador da Biblioteca-Arquivo do Centro de Interpretação de Almourol e do Centro de Interpretação Templário – Almourol (CITA) em Vila Nova da Barquinha, vai realizar uma palestra evocativa dos 700 anos da fundação da Ordem de Cristo. Será na sexta feira, dia 15, a partir das 21 horas, no Centro Cultural de VN Barquinha, com entrada livre.

Manuel J. Gandra propõe-se desenvolver o que foram os três primeiros dias da história oficial da Ordem de Cristo, a sete séculos de distância, não perdendo de vista o que foi o legado da Ordem dos Templários.

Esta é uma iniciativa da Câmara de Vila Nova da Barquinha e do CITA, inaugurado a 18 de novembro de 2018.

Manuel J. Gandra. Foto: DR

O historiador nasceu em Lisboa a 27 de outubro de 1953 e tem dedicado a sua vida à investigação histórica, designadamente sobre os Templários.

Licenciado em Filosofia, pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa (1979), Manuel J. Gandra é investigador especialista em diversas áreas do conhecimento, tais como História e Geografia Míticas de Portugal, Filosofia Hermética, Iconologia da Arte Portuguesa, Emblemática e Cultura e História Mafrenses. Presentemente é Professor no IADE – Universidade Europeia, bem como colaborador da UNIDCOM e do CLEPUL (Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa), além de dirigir o Centro Ernesto Soares de Iconografia e Simbólica, que fundou no ano de 1997.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.