Carlos Vicente junto d'"O Campo", nas Limeiras. Foto: CM VN Barquinha

O posto de transformação da EDP localizado nas Limeiras, na freguesia da Praia do Ribatejo, transformou-se n’“O Campo” de Carlos Vicente. A intervenção de arte pública com autoria do artista e coordenador do CEAC – Centro de Estudos de Arte Contemporânea integra o projeto ARTEJO e foca a flora e fauna locais.

Traço a traço, a pintura ganhou forma tendo as oliveiras, a figueira ali próxima, as aves e os gatos entre os motivos para a criação. Outros têm inspirado Vhils, Manuel João Vieira e Violant no âmbito do projeto que integra o programa nacional Arte Pública Fundação EDP, numa parceria com a autarquia barquinhense. Algumas das 10 obras previstas já podem ser encontradas pelo concelho.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.