João Seguro na apresentação do trabalho desenvolvido durante a Residência Artística feita no concelho. Foto: mediotejo.net

O artista plástico João Seguro regressa a Vila Nova da Barquinha este sábado, dia 17, com a exposição “A terceira margem e as ruínas circulares” depois de ter passado pelo concelho nas Residências Artísticas de 2017. Nessa altura, encontrou inspiração no armazém do antigo INGA (Instituto Nacional de Investigação e Garantia Agrícola) e dali resultou um livro de fotografia e diversas peças de escultura-instalação. A exposição comissariada por João Pinharanda é inaugurada às 17h00 e pode ser visitada na Galeria do Parque até 27 de maio.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *