Pormenor da obra "Nau Catrineta", de Carlos Vicente. Foto: Pérsio Basso / CM VN Barquinha

As obras artísticas do projeto ARTEJO continuam a ganhar forma pelas freguesias do concelho e a mais recente é a intitulada “Nau Catrineta”, da autoria do pintor Carlos Vicente. A intervenção de arte pública dá novas cores ao depósito de água da Avenida dos Plátanos e tem a colaboração dos alunos do Centro de Estudos de Arte Contemporânea (CEAC).

O ARTEJO resulta da parceria entre a autarquia barquinhense e a Fundação EDP, no âmbito do programa nacional ARTE PÚBLICA Fundação EDP, que tem como finalidade promover a inclusão social através da arte em territórios de baixa densidade. Atualmente, já podem ser visitadas outras obras de Carlos Vicente, assim como de Vhils (Alexandre Farto), Manuel João Vieira e Violant.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.