Depois de muitos anos nos campeonatos nacionais o Vitória de Sernache regressa aos distritais. Foto: mediotejo.net

GD VITÓRIA SERNACHE – 0 AC MARINHENSE 0

Campeonato de Portugal | Fase manutenção/descida – Série H, 6ª jornada– 08/05/2022

Estádio Nuno Álvares Pereira – Cernache do Bom Jardim

Tarde quente em Cernache para a última jornada do Campeonato de Portugal | Fase manutenção/descida em que o Vitória precisava de vencer para ainda acreditar na manutenção. Mesmo assim, dependia de um resultado negativo do Coruchense, que jogava em casa com o Peniche, já despromovido. A equipa do Marinhense, por sua vez, vinha para este jogo com a manutenção assegurada.

Equipas prontas a entrar em campo para o jogo entre Vitória de Sernache e Marinhense

A equipa da casa entrou solta e a querer mandar no jogo. Pressão alta resultou no primeiro sinal de grande perigo. O guardião da Marinha Grande recebe a bola de um colega e pressionado por Edu atira para os pés de Semedo que tenta o chapéu mas com a bola a sair por cima do travessão.

Aflição para a equipa forasteira aos 12 e 13 minutos em que o guardião Tiago Santos teve que se aplicar a fundo para suster o poderio ofensivo da equipa da casa.

Pressão do Vitória de Sernache junto do último reduto do Marinhense

Aos 22 minutos o primeiro sinal de perigo da equipa do Marinhense. Ataque rápido pelo lado esquerdo por intermédio de Rúben Coelho que cruza para a área e Soto, pressionado pela defensiva do Vitória, não consegue rematar na perfeição. O guardião e capitão Carlos defendeu, afastando o perigo da sua baliza.

Vitória de Sernache na condução de mais um ataque

Excelente lance de ataque por parte da equipa de António Joaquim aos 28 minutos onde Souza consegue fugir a um adversário pelo meio e ensaia o remate já dentro da área metendo à prova os reflexos do guardião da Marinha Grande.

Equipa de Cernache do Bonjardim na condução de mais um ataque

A equipa da casa carregava e mais um excelente momento de futebol surge aos 35 minutos. Lance de ataque pelo lado esquerdo com Semedo a desmarcar-se e a receber a bola no bico da grande área e a rematar forte vendo a bola embater no primeiro poste com estrondo. Excelente ocasião mas a equipa da casa não estava com a estrelinha do seu lado.

Pressão junto da baliza do Marinhense com o guardião a afastar o perigo

Para a segunda metade entrou melhor a equipa do Marinhense e logo aos 2 minutos, através de um pontapé de canto, um cruzamento lançado para o primeiro poste gera alguma confusão na área e cria grande perigo para a baliza defendida por Carlos, A defensiva da casa acabou por afastar o perigo.

Pressão da equipa da casa não foi suficiente para ultrapassar a barreira defensiva do Marinhense

A meio da segunda metade, num canto apontado do lado direito a favor da equipa da casa ao segundo poste, um dos defesas da equipa da Marinha Grande, ao tentar afastar a bola, rematou contra as costas de um colega e esta acaba por sair ligeiramente ao lado do poste da baliza de Tiago Santos.

Numa tarde de muito sol e com o cansaço a dar sinais em alguns jogadores, a parte final do desafio teve menos fulgor e menos situações de perigo junto às balizas. No entanto, já em período de descontos, a equipa forasteira voltou a criar perigo. O avançado da equipa que viajou da Marinha Grande conseguiu encontrar espaço para o remate já dentro da área obrigando Carlos a excelente intervenção, selando o resultado final em 0-0 e que consumou a descida do Vitória de Sernache aos distritais.

Jogo bem disputado com um empate que não satisfez as pretensões do Vitória de Sernache

Bom jogo de futebol em Cernache do Bonjardim e em que, a haver um vencedor, seria a equipa da casa, principalmente pelo que fez na primeira parte do encontro. Mesmo a vitória não era suficiente para manter a equipa do Vitória de Sernache no Campeonato de Portugal face à vitória do Coruchense frente ao Peniche.

Dia triste para jogadores, equipa técnica, dirigentes e apoiantes da equipa da casa que vêm o seu clube descer para os distritais. Bom trabalho da equipa de arbitragem acompanhando os lances sempre de muito perto.

FICHA DE JOGO:

GD VITÓRIA SERNACHE

Vitória de Sernache

Carlos, Cezar, Areias, Saleh, Semedo, Guilherme, Manhas, Edu, Souza, Varlea e Gilson.

Suplentes: Miguel, Coutinho, Agostinho, Igor, Lamba, Ussa e Williams.

Treinador: António Joaquim

AC MARINHENSE

AC Marinhense

Tiago Santos, Soto, Miguel Vinagre, Amani, Leo Dias, David Lopes, Luís Oliveira, Jean Sinisterra, Rúben Martins, Daniel e Rúben Coelho.

Suplentes: Dário Caetano, Leo Almeida, William, Lucas, André Jorge, Jude e Stefano.

Treinador: Rui Sacramento

Equipa de arbitragem

EQUIPA DE ARBITRAGEM: Fábio Loureiro, Luís Ramos e Jorge Ramos.

DISCIPLINA: Cartão amarelo: Souza, Rúben Coelho e Miguel Vinagre.

No final ouvimos o treinador do Vitória de Sernache, Xabregas, treinador-adjunto do Marinhense, e Carlos, guardião e capitão da equipa da casa:

António Joaquim, treinador e presidente do Vitória de Sernache

ÁUDIO | ANTÓNIO JOAQUIM, TREINADOR DO VITÓRIA DE SERNACHE:

Carlos, guarda-redes e capitão do Vitória de Sernache

ÁUDIO | CARLOS, GUARDA-REDES E CAPITÃO DO VITÓRIA DE SERNACHE:

Xabregas, treinador adjunto do Marinhense

ÁUDIO | XABREGAS, TREINADOR ADJUNTO DO MARINHENSE:

Luis Ribeiro

Natural e residente em Tomar, tem como profissão Distribuidor, mas é com a fotografia que se identifica. É amante desta arte em geral, mas a sua verdadeira paixão é a Natureza e Vida Selvagem e os Retratos. É autor do livro de fotografia “Alma Nabantina” e fundador/administrador dos grupos do Facebook “Amigos da Fotografia de Tomar” e "Fauna de Tomar”. Colabora na área de fotografia na imprensa regional e local e já em 2018 foi júri convidado de dois concursos de fotografia. Neste ano conta também com duas exposições de fotografia coletivas, preparando atualmente a terceira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.