O historiador e docente José Pacheco Pereira, apresenta na quarta-feira o seu arquivo privado em Vila de Rei. Foto: DR

A Rede de Bibliotecas de Vila de Rei prepara-se para lançar a próxima edição da ação de capacitação e debate “Encontros Documentais” no concelho. O tema desta edição será “Património e Identidade Cultural”. A primeira sessão está marcada para 25 de janeiro, nas instalações da Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, sobre a temática “Arquivos”.

Para dia 25, quarta-feira, a abertura está prevista para as 9h30, e conta-se com comunicações no âmbito dos subtemas “Do Património Documental”, com a presença do historiador e docente José Pacheco Pereira, que apresentará o seu arquivo privado; seguindo-se às 11h45, “Da Política e Prática Arquivística”, com participação de Pedro Penteado, da Direção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, com a exposição “Como se fabrica o património arquivístico: políticas e boas práticas”.

A partir das 14h30, após almoço, prevê-se a realização de várias oficinas temáticas simultâneas, no âmbito do acondicionamento e conservação de fotografia e documentos gráficos. Os trabalhos terminam às 17h30.

As restantes sessões estão agendadas para 22 de fevereiro, alusiva à temática “Museus” e a 22 de março será realizada a sessão sobre o tema “Bibliotecas”.

Esta iniciativa periódica anual volta a tratar e debater temas pertinentes e atuais que dizem respeito às áreas de estudo e trabalho em arquivos, museus e bibliotecas, convidando técnicos, especialistas, académicos e outros peritos com nome firmado na área da documentação e informação, lê-se na informação da autarquia.

Com organização da Rede de Bibliotecas de Vila de Rei e com dinamização da Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, Arquivo Municipal e Museus de Vila de Rei, a ação pretende reunir profissionais destas três diferentes áreas, proporcionando um debate de temas e problemáticas vocacionadas com a cultura, a leitura, o livro, os documentos de informação cultural, o artesanato, a ação das bibliotecas, arquivos e museus e a sua relação com a comunidade, incluindo igualmente workshops temáticos e formação modelar de cariz mais prático.

Na sua edição de 2016, os “Encontros Documentais” reuniram, ao longo das 3 sessões, perto de 30 oradores especializados e cerca de 250 pessoas na assistência, permitindo uma boa troca de ideias e experiências entre os profissionais destas áreas, com o objetivo de proporcionar melhorias para os serviços e para os cidadãos.

Os interessados podem acompanhar o processo em: http://encontrosdocumentais.blogs.sapo.pt/.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.