Foto: DR

O executivo camarário de Vila de Rei aprovou, na reunião ordinária de 18 de maio, a proposta de upgrade do protocolo previamente assinado com a Administração Regional de Saúde do Centro, que prevê a inclusão de novos projetos e da Direção Geral de Saúde enquanto novo parceiro.

De acordo com o primeiro protocolo assinado em dezembro de 2017, o Município de Vila de Rei tinha já implementado junto da comunidade escolar os projetos “pão.come” (disponibilizando pão de padarias aderentes ao projeto, com os valores de sal pré-estabelecidos), “sopa.come”, “vending.saúde” (melhorando a oferta alimentar das máquinas de venda automática) e “baby no sugar” (promovendo a diminuição do consumo de açúcares de absorção rápida), “bebe+água” e “oleovitae” (controlo dos compostos polares nos óleos de fritura).

Com este reforço de protocolo, o plano estratégico de alimentação saudável passa também a envolver as Instituições Particulares de Solidariedade Social, promovendo igualmente o Município a formação aos beneficiários do “Programa Operacional de Apoio a Pessoas mais Carenciadas” e a implementação de projetos de luta contra a obesidade.

Serão ainda aplicados projetos que promovem a atividade física junto das crianças e jovens do Concelho, através dos projetos “salta.acorda” “crescer káfora” e “Escola de Verão”, potenciando a saúde e bem-estar.

Para o presidente da Câmara de Vila de Rei, Ricardo Aires, esta evolução do protocolo “vem reforçar as medidas já postas em prática anteriormente e que têm o objetivo de melhorar a alimentação e a saúde dos habitantes do concelho”. O autarca nota ainda a pertinência deste acordo nomeadamente pelos “padrões alimentares atuais” onde se verifica “uma excessiva ingestão de açúcar, gorduras e sal e esperamos sensibilizar a população para esta problemática divulgando as vantagens do consumo de fruta, legumes e água”.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.