Centro de Instalação Empresarial do Souto (CIES). Foto: CM Vila de Rei

O município de Vila de Rei tem a decorrer o concurso público de adjudicação de empreitada para a construção do Centro de Instalação Empresarial do Souto (CIES), com um preço base de 940 mil euros, o qual visa apoiar todas as empresas existentes no concelho. Com este apoio pretende-se igualmente ajudar as empresas a adaptarem-se às condições de acolhimento de trabalhadores oriundos de cidades, em conformidade com os programas lançados pelo governo, no sentido de atrair população para o interior do país.

Tendo isto em vista, já está aberto o procedimento de Concurso Público para adjudicação da empreitada. O valor base são os referidos 940 mil euros, sendo que o critério de adjudicação é o do mais baixo preço. O prazo de execução está estabelecido em 12 meses.

O CIES, que contará com uma área de implantação de 980 m2 e uma área bruta de construção de 1.970 m2, será composto por um piso de rés de chão destinado a cinco armazéns e um primeiro andar destinado a serviços, contando com nove escritórios, sala de formação e sala de reuniões.

Zona Industrial do Souto tem atraído a instalação de diversas empresas desde o investimento da autarquia em melhorar as infraestruturas. Foto: CM Vila de Rei

Em nota de imprensa, Ricardo Aires, presidente do Município de Vila de Rei,  refere que “os novos trabalhos de beneficiação da Zona Industrial do Souto inserem-se na política prioritária deste executivo camarário em criar condições para que as empresas se possam fixar no nosso Concelho, gerando mais postos de trabalho e dinamizando a economia local”.

Com a criação do CIES pretende-se igualmente, conforme referido no comunicado, “assegurar apoios aos empresários locais e a facilitar os contactos entre as empresas e o Município”.

Este projeto, que já havia sido aprovado pela Câmara Municipal em 2020, dado o interesse de muitas empresas em fixarem-se no concelho, já foi colocado a concurso em 2021, tendo o mesmo ficado deserto.

Médio Tejo | Concursos desertos travam cada vez mais obras públicas na região

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo. Ávido leitor, não dispensa no entanto um bom filme e um bom serão na companhia dos amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.