Reunião de Câmara Municipal de Vila de Rei. Créditos: mediotejo.net

A Câmara de Vila de Rei atribuiu 228 mil euros a 21 associações e instituições que promovem atividades no concelho. De entre estes subsídios, destacam-se os apoios concedidos à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila de Rei, no valor de 153 mil euros, e ao Vilarregense FC, de 35.750 euros.

“A atribuição destes apoios funciona como um reconhecimento que o município atribui às suas associações pelo importante trabalho que desenvolvem a nível social, desportivo, cultural e turístico”, referiu, em comunicado, o presidente do município de Vila de Rei, Ricardo Aires.

Segundo a autarquia, estes valores podem sofrer alterações, caso os eventos calendarizados pelas associações nos seus planos de atividades “não se venham a realizar ou caso existam novos eventos não programados no início deste ano”.

A atribuição destes subsídios é calculada com base nos critérios de despesas de manutenção, atividades para formação de adultos e/ou jovens, atividades de formação desportiva e recreativa para a população em geral, despesas com a realização ou apoio de eventos anuais, apoios para obras de beneficiação, realização de atividades desportivas e recreativas para a população geral, apoio na organização de eventos municipais, apoio para gestão do Parque de Campismo Rural do Bostelim e apoio na contratação de um técnico credenciado para as diferentes atividades educativas/desportivas.

Assim, de acordo com os critérios determinados pela autarquia, são atribuídos os seguintes subsídios:

  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila de Rei – € 3.500,00 (três mil e quinhentos euros) mensais de acordo com o protocolo assinado, acrescido do valor variável das Equipas de Intervenção Permanente [EIP – € 111.000,00 (cento e onze mil euros) valor anual variável], devidamente protocolado. Desta forma o apoio no ano de 2023 poderá ir até ao total de € 153.000,00 (cento e cinquenta e três mil euros);
  • Associação de Caça e Pesca do Centro de Portugal – funcionário até ao máximo de € 14.400,00 (catorze mil e quatrocentos euros) e combustível até ao máximo de € 5.000,00 (cinco mil euros) em espécie conforme protocolo entre as duas partes. Para além destes apoios existe também o apoio para despesas de manutenção da sede no valor de € 400,00 (quatrocentos euros). Desta forma o apoio no ano de 2023 poderá ir até ao total de € 19.800,00 (dezanove mil e oitocentos euros);
  • Associação Recreativa, Cultural e Desportiva do Aivado – € 1.400,00 (mil e quatrocentos euros) no total, em que € 1.000,00 (mil euros) são para o apoio à atividade de airsoft e € 400,00 de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação – A Bela Serrana – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Desportiva Recreativa e Cultural da Borda da Ribeira, Louriceira e Marmoural – € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Cultural, Desportiva e Recreativa do Brejo Fundeiro – € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Cultural, Recreativa e Desportiva da Boafarinha – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Desportiva e Cultural os Lousanenses – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Desportiva, Recreativa e Cultural dos Estevais – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Desportiva, Recreativa e Cultural da Seada – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação Fazedores da Mudança – € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação dos Moradores de Casais de Baixo – € 1.400,00 (mil e quatrocentos euros), em que € 1.000,00 (mil euros) são para o apoio a obras de beneficiação da sua sede e € 400,00 de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação de Moradores do Lavadouro – € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação para o Desenvolvimento do Turismo e Lazer da Fundada – € 7.250,00 (sete mil duzentos e cinquenta euros), em que € 7.000,00 (sete mil euros) são para o apoio à gestão e manutenção do Parque de Campismo Rural do Bostelim, e € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Casa dos Amigos do Pisão – € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Casa do Benfica de Vila de Rei – € 3.925,00 (três mil novecentos e vinte e cinco euros) em que € 1.500,00 (mil e quinhentos euros) são para o apoio ao evento das Concertinas, € 1.925,00 (mil novecentos e vinte e cinco euros) são para apoio à formação de jovens e adultos, e € 500,00 (quinhentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Clube Cultural, Desportivo e Recreativo da Fundada – € 900,00 (novecentos euros), em que € 500,00 (quinhentos euros) são para apoio na organização de eventos municipais e € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Associação da Ribeira – € 400,00 (quatrocentos euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Esganados TT – Motoclub de Vila de Rei – € 1.250,00 (mil duzentos e cinquenta euros) no total, em que € 1.000,00 (mil euros) são para o apoio ao evento TT e € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Liga Cultural dos Amigos do Vilar do Ruivo – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Vale D’Água – Associação de Vale das Casas e Água Formosa – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Vilarregense Futebol Clube – € 35.750,00 (trinta e cinco mil e setecentos e cinquenta euros), em que € 6.000,00 (seis mil euros) são para o apoio à formação de jovens, € 6.000,00 (seis mil euros) são para o apoio aos vários escalões/equipas de futebol, € 1.500,00 (mil e quinhentos euros) são para o apoio à formação desportiva e recreativa das atividades de danças de roda e karaté, € 22.000,00 (vinte e dois mil euros) são para o apoio ao pagamento de um técnico de desporto, e € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação;
  • Villa D´el Rei Tuna – € 250,00 (duzentos e cinquenta euros) de apoio para despesas de manutenção da sede da associação.

Relativamente aos protocolos existentes, refere-se ainda o seguinte apoio:

  • Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto (ADXTUR) – € 640,00 (seiscentos e quarenta euros) mensais, referente ao acordo da parceria, “Rede das Aldeias do Xisto”;
  • Agência Médio Tejo 21 – €1.516,00 (mil quinhentos e dezasseis euros) de quota anual;
  • Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) – € 4 819,25 (quatro mil oitocentos e dezanove euros e vinte e cinco cêntimos) anual;
  • Associação de Desenvolvimento do Pinhal Interior Sul (Pinhal Maior) – € 748,20 (setecentos e quarenta e oito euros e vinte cêntimos) mensais;
  • Associação de Municípios da Rota da EN2: € 1 200,00 (mil e duzentos euros) anual;
  • Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) – € 95 548,62 (noventa e cinco mil euros e quinhentos e quarenta e oito euros e sessenta e dois cêntimos) anual;
  • Associação de Municípios Portugueses do Vinho: € 1 000,00 (mil euros) anual;
  • Associação Produtores de Azeite da Beira Interior: € 500,00 (quinhentos euros) quota anual estimada (varia consoante a produção de azeite por campanha);
  • E.Q. Cidade Social – Programa Municípios Amigos do Desporto: € 1 353,00 (mil trezentos e cinquenta e três euros) anual;
  • E.Q. Cidade Social – Programa Autarquia Solidária: € 1 353,00 (mil trezentos e cinquenta e três euros) anual;
  • Câmara do Comércio e Indústria Luso-Francesa: € 680,00 (seiscentos e oitenta euros) anual;
  • Associação Nacional de Assembleias Municipais: € 1 000,00 (mil euros) anual.

De salientar que para além dos apoios referidos, existem ainda os apoios a atribuir às associações que participam com eventos desportivos nas “XXV Jornadas Desportivas do Concelho de Vila de Rei – 2023”, que são definidos entre novembro e dezembro de 2023.

C/Lusa

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *