Filipa Francisco apresenta “Bom Anfitrião” em quatro espetáculos em Santarém, Alcanena, Tramagal (Abrantes) e Tomar. Foto: Bruno Simão

O novo espetáculo da coreógrafa abrantina Filipa Francisco, “Bom Anfitrião”, cujo tema são as alterações climáticas, vai ser apresentado em Tramagal, nas instalações da Sociedade Artística Tramagalense (SAT), no próximo domingo, dia 20 de novembro, às 16h00.

Natural de Abrantes, Filipa Francisco “tem desenvolvido um extenso corpo de trabalho coreográfico, muito ligado às questões sociais e à inclusão”, como os projetos com jovens da Cova da Moura, com reclusos do estabelecimento prisional de Castelo Branco e com diversas comunidades migrantes.

“Procura aproximar a dança de diferentes públicos usando estratégias de envolvimento que passam por utilização de memórias e vivências ou por cruzamentos entre o reportório das danças tradicionais com o contemporâneo”, afirma uma nota de divulgação dos espetáculos.

O seu novo trabalho, desenvolvido com quatro artistas das quatro zonas geográficas, foi já apresentado, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém (no dia 22 de outubro), no Cineteatro São Pedro, em Alcanena (no dia 30 de outubro), e no Cineteatro Paraíso, em Tomar, no dia 12 de novembro, podendo agora ser apreciado na Sociedade Artística Tramagalense, em Tramagal, no dia 20 de novembro, às 16h00.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *