Uma colisão na EN118 à entrada do Crucifixo (Tramagal) entre um automóvel ligeiro e um velocípede causou esta tarde a morte ao ciclista. Foto arquivo: mediotejo.net

Uma colisão na EN118 à entrada do Crucifixo (Tramagal) entre um automóvel ligeiro e um velocípede causou esta tarde a morte ao ciclista, residente em Chaínça (Abrantes) que não resistiu aos ferimentos. Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, o homem, com cerca de 50 anos, estava em paragem cardiorrespiratória à chegada dos bombeiros e da VMER do Médio Tejo. Apesar das manobras de tentativa de reanimação, o óbito acabaria por ser declarado no local.

Segundo os bombeiros de Abrantes, a chamada de pedido de socorro via 112 foi efetuada às 18:35, tendo o acidente ocorrido na EN118, em Tramagal, no cruzamento para a aldeia de Crucifixo. O acesso à localidade esteve interrompido durante as operações dos bombeiros.

No local estiveram nove bombeiros apoiados por três viaturas, a par da GNR e da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Médio Tejo.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.