A Águas do Ribatejo está a alertar as populações de Pedrógão, Alqueidão, Adofreire, Casal João Dias, Casais Martanes e Almonda, no concelho de Torres Novas, para a necessidade “de reduzir os consumos de água ao estritamente necessário”. Apela-se a que se evitem “regas, lavagens e enchimento de piscinas no período de seca extrema” que estamos a viver a nível nacional.

A empresa explica, segundo nota de imprensa da Câmara de Torres Novas, que “os níveis freáticos das captações que abastecem as populações de Pedrógão, Alqueidão, Adofreire, Casal João Dias, Casais Martanes e Almonda” encontram-se “com valores anormalmente baixos”.

Sendo que o Conselho de Ministros já constatou a existência de períodos de seca e a previsão de que as temperaturas vão permanecer elevadas, a Águas do Ribatejo apela à população para que sejam tomadas medidas de contenção. Sugere assim que se suspendam “as regas e lavagens de pavimento, edifícios ou viaturas”, “o enchimento piscinas com água da rede pública”, optar por duches rápidos, verificar roturas ou fugas de água e substituir torneiras, autoclismos e equipamentos com fugas.

“A água potável é um bem precioso e escasso. Temos de lhe dar o devido valor assumindo o compromisso do seu uso eficiente e raciona”, termina o comunicado.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.