reunião de 5 de setembro de 2017. Foto: mediotejo.net

O executivo de Torres Novas aprovou por maioria na reunião camarária de 5 de setembro, terça-feira, uma proposta de acordo de cedência do edifício B do Convento do Carmo para as aulas de alguns cursos que o Instituto Politécnico de Tomar (IPT) leciona em Torres Novas. A proposta de trazer mais esta valência para o Convento do Carmo, que já alberga a Start Up, a loja Ponto Já e um conjunto de projetos por concretizar, como a Loja do Cidadão, gerou dúvidas em toda a oposição. A CDU votou contra, o Bloco de Esquerda (BE) e o PSD abstiveram-se.

Segundo explicou o presidente da Câmara, Pedro Ferreira, trata-se de transferir para o edifício B do Convento do Carmo aulas de cursos na área do empreendedorismo, multimédia ou mecatrónica, entre outros mencionados. Em troca o IPT suporta água e luz, frisando o autarca que dentro de cinco anos o município fica livre para utilizar o espaço para outros fins, conforme definido mediante o apoio comunitário.

A proposta gerou de imediato dúvidas, com o vereador Henrique Reis (PSD) a indagar sobre o reduzido número de alunos destes cursos para um espaço tão grande. Pedro Ferreira admitiu a existência de poucos estudantes, mas que o IPT tem expetativas na nova oferta.

Já Filipa Rodrigues (CDU) e Helena Pinto (BE) questionaram a funcionalidade do Convento do Carmo, onde parece que vão convergir todo um conjunto de projetos, sem que haja uma estratégia definida. Filipa Rodrigues constatou que há cursos do IPT que nem abrem por falta de inscrições e Helena Pinto evidenciou o espaço necessário à instalação de uma Loja do Cidadão. No local já funciona a loja Ponto Já e a Start Up Torres Novas.

Pedro Ferreira manteria a proposta, que foi aprovada com o voto contra da CDU e as abstenções do PSD e do BE.

 

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *