Torres Novas acolhe a IV edição do Festival Gastronómico das Couves com Feijões até dia 28 de novembro. Foto: DR

O município de Torres Novas organiza até este domingo, dia 29 de novembro, o III Festival Gastronómico das Couves com Feijões, evento que decorre desde o dia de novembro nos 40 restaurantes aderentes, numa iniciativa que pretende apoiar o setor da restauração e onde o serviço de take-away é disponibilizado pela grande maioria dos restaurantes.

Segundo nota de imprensa, o evento visa contribuir para a afirmação e preservação de um dos pratos típicos da gastronomia torrejana e conta com o envolvimento da Confraria das Couves com Feijões de Carvalhal da Aroeira.

Desta forma, o município procura apoiar a restauração local, através da organização e promoção do evento, no rigoroso cumprimento das recomendações da Direção Geral de Saúde e do plano de contingência de cada um dos restaurantes, nomeadamente no que se refere à lotação limitada, distanciamento entre mesas e restantes regras de segurança.

Ao longo dos 10 dias da iniciativa, as couves com feijões podem ser degustadas nos estabelecimentos aderentes do concelho sob as mais variadas formas e com os mais diversos acompanhamentos.

Os restaurantes aderentes são: O Baiana; A Brasa; A Gamela dos Sonhos; O Tasca do Xico; A Tertúlia do Nabeiro; Almonda Grill; Atrás dos Vinhos; Babalhau By Chef Lurdes; Batista; Brasão Real; Cabaça’s; Casa das Enguias; De’Gustar; Dom Gula; Gula Santa; Hotel Torres Novas – Restaurante; Mamma Mia; Mário Alturas; Mestre Petisqueiro; Mosteiro dos Leitões; O Barril; O Cantinho do Pereiro; O Gaspar; O Lagar; O Pimpão; O Pocinho; Papa-Figos; Pizzaria Di Napoli; Quinta da Pérsia; Restaurante Nersant; Ritonicho; Saborearte; Sabores na Brasa; Século XXI; Seven; Solar da Valada; Taberna Refinfa; Taverna do Avô; Temperos da Luz; Vieira dos Frangos.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.