Feira de Época decorre em Torres Novas de 2 a 5 de junho. Foto arquivo: Luís Ribeiro

Dois anos depois, a feira de época “Memórias da História” regressa a Torres Novas entre quinta-feira e domingo, de 2 a 5 de junho. Durante quatro dias, o município torrejano vai possibilitar uma nova viagem até aos tempos medievais, desta vez sob o tema “Os Dias da Bonança”.

Depois de um interregno pandémico em 2020 e 2021, a feira de época de Torres Novas está de volta até ao centro da cidade, desta vez numa área mais reduzida que o habitual, junta à zona do castelo, mas onde a animação, os espetáculos, os sons e sabores da época vão assentar arraiais.

Devido à questão pandémica a lotação é limitada, pelo que só serão vendidas pulseiras diárias, estando a lotação já esgotada para o dia de sábado. Na quinta e na sexta-feira, a entrada tem o custo 2€, enquanto que ao fim de semana o preço da pulseira é de 3€. Crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.

A venda antecipada de pulseiras decorre até esta terça-feira, dia 31 de maio, nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, Teatro Virgínia e tesouraria do Município de Torres Novas.

As pulseiras que sobrarem são vendidas na bilheteira junto ao recinto, a qual abre uma hora antes do início do evento. A feira de época vai funcionar na quinta-feira (19h00-24h00), sexta-feira (19h00-1h00), sábado (14h00-1h00) e no domingo (14h00-23h00). 

“Longe das celebrações devido à moléstia que grassou no último par de anos, ceifando vidas e entristecendo os dias, todos anseiam agora pelo regresso aos ritmos da normalidade. A festa, o tempo de semear e de colher, os banquetes, os bailes na praça, as visitas dos parentes e as feiras francas começam devagar a ressurgir. Lambem-se as feridas, ajustam-se as contas com o que sobrou e aproveita-se a breve trégua. E ao virar da esquina, espera-se o encontro certo com a bonança. Mas só o tempo o dirá”, lê-se na sinopse do evento, o qual foi realizado pela primeira vez em 2010.

Feira de época começa esta quinta-feira em Torres Novas. Foto aquivo: Luís Ribeiro

Pulseiras – Ponto de situação ao dia de hoje, terça-feira, 31 de maio

Quinta-feira, 2 de junho | 1200 pulseiras disponíveis

Sexta-feira, 3 de junho | 500 pulseiras disponíveis

Sábado, 4 de junho | ESGOTADO

Domingo, 5 de junho | 900 pulseiras disponíveis

PONTOS DE VENDA

Até ao final do dia de hoje, 31 de maio: Piscinas Municipais Fernando Cunha (segunda a sexta das 8h às 20h30; sábados das 9h às 12h30 e das 15h às 17h30); Teatro Virgínia (segunda a sexta das 15h às 18h30); Tesouraria do Município de Torres Novas (segunda a sexta das 8h30 às 16h)

De 2 a 5 de junho: nas bilheteiras junto ao recinto (mediante pulseiras disponíveis)

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Entre na conversa

1 Comentário

  1. Boa tarde ,acho mal não abrirem o castelo ao publico para a feira medieval ,se tivermos que ter covid temos á mesma ,não faz sentido fecharem o castelo ,pois vou de Lisboa de propósito sendo minha terra natal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.