João "Espanhol" interrompeu a cerimónia do 25 de abril de 2016 cantando a Grândola Vila Morena, sendo acompanhado pelo restante público. foto mediotejo.net

Considerado o negócio mais antigo da cidade de Torres Novas, a Casa Espanhol, negócio de ferragens de João José Lopes, ou João “Espanhol”, fundada nos anos 20 do século passado por um galego foragido do General Franco, encerra esta quarta-feira, 30 de maio, avança o jornal O Torrejano.

A informação foi inicialmente avançada durante a reunião camarária de Torres Novas de 6 de março A vereadora Elvira Sequeira (PS) explicou que na sequência do encerramento do estabelecimento, João “Espanhol” decidiu doar ao município uma antiga roda de amolador.

João “Espanhol”, 88 anos, concedeu uma entrevista ao mediotejo.net nos finais de 2015, onde narrou a sua intensa vida ligada à música ligeira. O jornal contactou a Casa Espanhol em março para confirmar a notícia do encerramento, tendo sido informado que o proprietário se encontrava debilitado de saúde e que o estabelecimento iria ser encerrado, embora à época ainda sem data definida.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.