Câmara de Torres Novas aprovou proposta para reutilização de águas residuais. Foto: DR

O Bloco de Esquerda (BE) conseguiu ver aprovada na reunião camarária de terça-feira, 10 de novembro, mediante abstenção do executivo socialista, uma proposta para a reutilização de águas residuais para usos não potáveis.

Refere o texto, a que o mediotejo.net teve acesso, que a “água é um recurso escasso” e “o consumo crescente de água para as suas diferentes finalidades, abastecimento público, agricultura, industria, usos recreativos exerce uma pressão enorme sobre os recursos hídricos, sobre as fontes de captação”.

A frequência e intensidade das secas, reflete, obriga a pensar no uso mais racional dos recursos hídricos no futuro. “A reutilização da água é uma estratégia que tem vindo a ser debatida e a ser aplicada já em alguns locais e localidades, é a circularidade da água, aproveitando o investimento que é feito no tratamento de águas residuais nas ETARs”, refere.

“As aguas residuais tratadas devem ser reutilizadas sempre que possível ou adequado, é o que está preceituado no decreto lei 119/2019, é também a «Opção de Adaptação 14 do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas da CIMT»”, adianta.

O BE deixou assim a proposta para se apresentar à empresa Águas do Ribatejo, que gere as ETARs do concelho de Torres Novas, no sentido que elabore um estudo para aferir da viabilidade de um projeto no âmbito da água para reutilização (ApR).

O tema gerou algum debate, mas relativa concordância da pertinência entre todas as bancadas. O presidente Pedro Ferreira (PS) constatou, porém, que ainda faltam os meios para que este projeto possa ser concretizado, pelo que os socialistas abstiveram. O PSD votou a favor, tendo a proposta do BE sido viabilizada.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.