Torneios de Futebol InCup e DisCuP envolvem 15 equipas de Abrantes na pré-época. A equipa de Sentieiras venceu a ultima edição do Incup, realizada em 2019. Foto arquivo: mediotejo.net

O Município de Abrantes está a organizar dois torneios de futebol, a decorrer nos campos de jogos das equipas participantes e na Cidade Desportiva de Abrantes. O InCup – Taça Concelhia pré-época do Inatel e que envolve os clubes concelhios participantes no Campeonato de Futebol do Inatel, entre os dias 10 e 25 de setembro, e o DisCup – Torneio Concelhio de Pré-época, onde se joga futebol sénior com as equipas das divisões da Associação de Futebol de Santarém (AFS) e que se realiza pela primeira vez.

O DisCup realiza-se nos dias 10 e 11 de setembro, com a participação de 4 clubes: O Sport Abrantes e Benfica, CDR de Alferrarede, Tramagal Sport União e Casa do Povo de Pego. No domingo, dia 11, será disputada a final do torneio e o jogo de apuramento do 3º e 4º lugar. O InCup, por sua vez, irá decorrer entre os dias 10 e 25 de setembro e vai contar com a participação de 12 clubes (11 do concelho de Abrantes mais o Alcaravela (Sardoal) como equipa convidada.

O vereador com o pelouro do Desporto na Câmara Municipal de Abrantes, Luís Correia Dias, fez uma antevisão do InCup, torneio que regressa após dois anos de interregno, e do Discup, troféu que vai envolver pela primeira vez as equipas de Abrantes que disputam os campeonatos distritais de futebol.

ÁUDIO | LUÍS CORREIA DIAS, VEREADOR DESPORTO CM ABRANTES:

A disputar o InCup, torneio de pré-época para as equipas do Inatel, vão estar os conjuntos de Água Travessa F.C.; União Desportiva Rossiense; Associação Melhoramentos da Freguesia de Alvega; Bemposta Futebol Clube; Clube Desportivo e Recreativo de Concavada; Casa Povo S. Facundo; Grupo Desportivo Alcaravela; C.C.R. Vale das Mós; Casa Povo S. Miguel Rio Torto; C.P.C.D. Sentieiras; S.R. Pró Casais de Revelhos e A.C.D.R. “Os Lobos” Carvalhal, havendo uma fase de grupos disputada por 6 equipas cada.

Os jogos terão a duração de 80 minutos, divididos em duas partes de 40 minutos, com um intervalo entre elas. Após a fase de grupos, o 1º classificado de cada um dos grupos disputará a Final (1º e 2º lugar), o 2º classificado de cada um dos grupos disputará o apuramento para o 3º e 4º lugar, e assim sucessivamente, até ao apuramento do 12º, que decorrera nos dias 1 e 2 de outubro.

O sorteio para a sua concretização realizou-se no 01 de setembro, no Auditório da Cidade Desportiva de Abrantes, e contou com a presença das equipas participantes.

Grupo A – Água Travessa F.C. ; S.R. Pró Casais de Revelhos; C.D.R. Concavada; A.M.F. Alvega; Bemposta F.C.; C.P. São Facundo C.P.

Grupo B – C.C.R. Vale das Mós; U.D. Rossiense; “Os Lobos” Carvalhal; C.P.C.D. Sentieiras; G.D. Alcaravela; C.P. São Miguel do Rio Torto.

Calendário – Fase de Grupos – 1.ª Jornada

Sábado – Dia 10 de setembro – 16h30

GRUPO A

Água Travessa vs Concavada

Alvega vs Bemposta

São Facundo vs Casais de Revelhos

Domingo, dia 11 de setembro – 16h30

GRUPO B

Vale das Mós vs “Os Lobos” Carvalhal

Sentieiras vs Alcaravela

São Miguel do Rio Torto vs Rossiense

Final do Incup de 2019 foi conquistada pela equipa de Sentieiras. Foto arquivo: mediotejo.net

DisCup – Torneio de pré época com as equipas de Abrantes que disputam o campeonato distrital

Clubes participantes: Casa do Povo de Pego; Tramagal Sport União; Sport Abrantes e Benfica; e CDR de Alferrarede “Os Dragões”.

Sábado – dia 10 de setembro | 1.ª Jornada – 16h00

Sport Abrantes Benfica vs CDR de Alferrarede

Tramagal Sport União vs Casa Povo Pego

Domingo – dia 11 de setembro – Final e apuramento de 3º e 4º lugar (hora e local a designar)

Os jogos terão a duração de 90 minutos, divididos em duas partes de 45 minutos, com um intervalo de 10 minutos entre elas. Tratando-se de um Torneio, para definição da classificação final, se os jogos terminarem empatados no final do tempo regulamentar, proceder-se-á à marcação de cinco grandes penalidades ou as necessárias, até se encontrar um vencedor.

De destacar ainda que a equipa mais disciplinada no final do Torneio será premiada com um troféu.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.