Nova bolsa de estacionamento gratuita vai ser criada junto à estação ferroviária. Terá mais de 300 lugares. Foto: CMT

As obras de construção do novo parque de estacionamento da cidade já iniciaram, com os trabalhos de desmontagem e remoção de linhas férreas desativadas. Recorde-se que a Câmara Municipal de Tomar celebrou um acordo com a Infraestruturas de Portugal no sentido de instalar uma bolsa de estacionamento de 335 lugares para viaturas ligeiras, em terreno adjacente à estação ferroviária, paralelo à Avenida António da Fonseca Simões.

De referir que, nos primeiros meses, “o estacionamento ficará em terra batida, não só para garantir um bom acondicionamento das terras prévio à colocação do piso, mas também para aumentar a oferta alternativa de estacionamento, enquanto decorrem as obras de regeneração urbana da Várzea Grande”, informa a CMT.

Planta do estacionamento que irá ser integrado no terreno adjacente à estação ferroviária, criado como alternativa de estacionamento para fazer face aos constrangimentos das obras na Várzea Grande e envolvente. Foto: CMT

Segundo a autarquia, o acordo estabelecido com a Infraestruturas de Portugal (IP) tem a forma de “contrato de subconcessão” com uma “duração de 15 anos, automaticamente renovável por períodos de 3”, com vista a concretizar “a construção pelo Município de um parque de estacionamento com 335 lugares para viaturas ligeiras, num terreno entre a Estação e a Av. António da Fonseca Simões, com uma área aproximada de 8.700 m2”.

A Câmara Municipal de Tomar terá de pagar, anualmente, um valor de 500 euros à IP pela utilização do terreno.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *