Créditos: Pedro Soares

“Não andes nua pela casa” é o nome da peça que vai subir ao palco do Cine-Teatro Paraíso, em Tomar, no próximo dia 13 de janeiro, sexta-feira. Aquela que é uma das “comédias mais atuais e hilariantes” de Georges Feydeau tem início marcado para as 21h30 e resulta de uma organização conjunta do Município de Tomar e da Comuna Teatro de Pesquisa.

“O deputado Ventroux está em pé de guerra com a mulher, Clarisse, porque ela não consegue largar o hábito de andar seminua pela casa. Certo dia, o deputado prepara-se para receber Hochepaix, um influente industrial que lhe poderá abrir portas para a ascensão política que tanto ambiciona. Porém, uma catástrofe doméstica está prestes a acontecer com a ajuda do mordomo e de um impertinente repórter do Le Figaro. Para agravar a situação, uma vespa aparece lá por casa e Clarisse vai tirando cada vez mais roupa”, lê-se na sinopse da peça.

Herdeiro de Labiche e precursor do teatro do Absurdo, George Feydeau (1862-1921) é um dos mais brilhantes comediógrafos franceses do início do século XX, implacável observador da sociedade do seu tempo, sobretudo dos tiques e vícios da pequena burguesia. Neste Mais n’te promène donc pas toute nue!, peça de 1911 em um ato e nove cenas, o autor, que muitos apontam como o grande renovador do vaudeville, empreende uma crítica mordaz ao casamento e às baixezas da vida política

A peça terá a duração de 60 minutos e destina-se a maiores de 12 anos. Os bilhetes têm o valor de 5 euros, podendo ser adquiridos no Cine-Teatro Paraíso, de terça a sábado entre as 15h00 e as 19h00 ou 1 hora antes do espetáculo.

Jéssica Filipe

Atualmente a frequentar o Mestrado em Jornalismo na Universidade da Beira Interior. Apaixonada pelas letras e pela escrita, cedo descobri no Jornalismo a minha grande paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *