Tomar acolhe 4ª edição do Colóquio Internacional ‘Diálogos Luso-sefarditas’. Foto: DR

O Instituto Politécnico de Tomar vai acolher, nos dias 24 e 25 de novembro, a quarta edição do Colóquio Internacional ‘Diálogos Luso-sefarditas’. A sessão de abertura de um evento que contará com mais de uma dezena de oradores convidados, está marcada para as 9h00 de quinta-feira.

O IV Colóquio Internacional Diálogos Luso-Sefarditas vai decorrer no Auditório Doutor José Bayolo Pacheco de Amorim, numa organização que envolve o Instituto Politécnico de Tomar, o Centro de História da Sociedade e da Cultura da Universidade de Coimbra, o Centro de Línguas, Literaturas e Culturas da Universidade de Aveiro e a Cátedra de Estudos Sefarditas Alberto Benveniste da Universidade de Lisboa, com o apoio da Câmara Municipal de Tomar.

Os Colóquios Internacionais Diálogos Luso-Sefarditas têm vindo a realizar-se periodicamente, desde 2017, em diferentes cidades portuguesas, especialmente na Região Centro, cuja história se interliga com a da presença judaica nessas mesmas comunidades.

São eventos culturais que procuram “oferecer pontes de proximidade entre a investigação universitária e as comunidades locais, abertos à reflexão e ao diálogo científicos, à partilha e divulgação dos resultados de investigação, ao conhecimento e ao encontro da história da presença sefardita especialmente nos territórios da Lusofonia mas também nas suas manifestações de diásporas transfronteiriças e multiculturais”, pode ler-se na página da organização.

Assegurados por conferencistas portugueses e estrangeiros, os programas dos Diálogos Luso-Sefarditas estão abertos, também, à “apresentação de comunicações e de outras participações e testemunhos culturais no âmbito das temáticas relacionadas com a história e os legados materiais e imateriais das gentes sefarditas e das suas diásporas globais”, lê-se na mesma página.

PROGRAMA

24 nov 2022

08h45 | Receção

09h00 | Abertura

10h00 | Oradores Convidados

– Asunción Blanco (Departamento de Historia Medieval, Facultad de Filosofía y Letras, Universidad de Zaragoza, Espanha), “En busca de nuevos horizontes: judíos medievales por caminos y mares”

 – Maria de Fátima Reis (Cátedra de Estudos Sefarditas Alberto Benveniste, Universidade de Lisboa), ““…foram judeus e se tornaram à nossa Santa Fé Catholica”: conversão e repressão nas origens da Inquisição em Portugal” 

– Enrique Cantera Montenegro (Departamento de Historia Medieval de la Universidad Nacional de Educación a Distancia, Espanha), “Portugal como refugio de judeoconversos castellanos huidos de la Inquisición en los primeros decenios del siglo XVI” 

 12h45 | Almoço

14h00 | Oradores Convidados

– Maria José Ferro Tavares (Universidade Nova de Lisboa e Universidade Aberta), “Famílias, a lei de Moisés e os Negócios” 

– Carsten Wilke (Departments of History and Medieval Studies of Central European University, Vienna, Áustria), “Eliahu Montalto as a Religious Polemicist” 

– Luís Reis Torgal (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra), “Um “mártir” cristão-novo ou judeu na Restauração. O processo inquisitorial de Manuel Fernandes Vila Real”

16h00 | Sessões Paralelas – Comunicações Aceites (Ver Programa Book of Abstracts)

18h30 | Lançamento e Apresentação de Livros

19h30 | Jantar (Organização e Convidados)

21h30 | Sinagoga de Tomar – momento cultural e musical

25 nov 2022

9h30 | Oradores Convidados

– Ignacio Chuecas Saldías (Universidad Finis Terrae, Chile), “Judaizantes portugueses en Santiago de Chile durante el siglo XVII: el caso de Leonel Gomes de Oliva”

– Gabriel Torres Puga (Colegio de México), “La plataforma digital “Causas de fe seguidas por la Inquisición de México. Oportunidades para vincular los estudios sobre la persecución del judaísmo”

– António Ventura (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), “Uma Loja maçónica portuguesa em Salónica: a Loja Sebastião de Magalhães Lima (1911)” 

– Esther Mucznik (Comunidade Israelita de Lisboa), “À procura do Judeu perdido, O que resta das identidades sefarditas e asquenaze”

– José Ribeiro Mendes (Instituto Politécnico de Tomar) e Filipa Fernandes (Câmara Municipal de Tomar), “Património Judaico e sustentabilidade”

13h00 | Almoço e Encerramento

15h00 | Programa Social – Visita ao Castelo Templário e Convento de Cristo

Jéssica Filipe

Atualmente a frequentar o Mestrado em Jornalismo na Universidade da Beira Interior. Apaixonada pelas letras e pela escrita, cedo descobri no Jornalismo a minha grande paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *