Tomar evoca até domingo legado histórico, lendas e mitos da Ordem dos Templários. Foto: Luís Ribeiro/mediotejo.net

Depois da abertura da Festa Templária na quinta-feira, já com muito público e turistas na cidade que assistiram e participaram nas atividades em torno da temática templária, a noite de sexta-feira culminou com a recriação do Cerco de 1190 ao Castelo Templário, num espetáculo completamente lotado. O programa continua este sábado e domingo, com muitos motivos de interesse numa cidade que convida a uma viagem pelo tempo até à sua génese histórica e com um património arquitetónico e cultural que tem um dos seus expoentes máximos no Convento de Cristo, Património da Humanidade.

Filipa Fernandes, vereadora da Cultura da CM Tomar, destacou ao mediotejo.net a importância da festa templária no contexto histórico, turístico e identitário da cidade.

VIDEO:

A Festa Templária decorre até domingo com recriações históricas, visitas culturais, seminários, acampamentos, mercados, concursos e outras atividades que evocam a história, as lendas, os segredos e os mitos da Ordem dos Templários, a mais rica e poderosa instituição medieval.

Envolvendo toda a comunidade tomarense, o evento está a ser dinamizado pelo município, associações, e vários grupos dedicados à história, em geral, e à temática templária, em particular, como é o caso da Associação Thomar Honoris, como nos relata o dirigente Filipe Pires.

VIDEO:

A festividade está a decorrer no Parque do Mouchão, com tasquinhas (destinadas à exploração pelas associações do concelho), lugares para a prestação de serviços de restauração e bebidas, de venda indiferenciada de produtos/materiais (incluindo bolos, frutos secos e licores embalados). O evento realiza-se também nas Ruas Serpa Pinto, Magalhães, Infantaria 15 e Praça da República, no centro histórico.

Os bilhetes para a Recriação do Cerco, Jantar do Povo, Jantar Real e Visitas Culturais estão à venda no Posto de Turismo Municipal, junto à Mata Nacional dos Sete Montes (aberto todos os dias, das 9h30 às 18h00). Todos os restantes eventos e atividades da Festa Templária são de acesso livre.

A Ordem dos Templários representa para Tomar a sua génese. Em 1159 Dom Afonso Henriques doa esta terra, como feudo, à Ordem. Dom Gualdim Pais, grão-mestre dos Templários, inicia em 1160 a construção do Castelo que viria a ser a sede dos Templários em Portugal, extinta em 1312 pela bula papal de Clemente V.

Tomar evoca até domingo a sua história templária. Foto arquivo: Paulo Jorge de Sousa

PROGRAMA COMPLETO:

Quinta 7 julho

9h30, Convento de Cristo – Seminário “Herança Templária. Desafios para um desenvolvimento sustentado”

18h00, Praça da República – Abertura oficial da Festa Templária e Cortejo de abertura

20h00, Mata dos Sete Montes – Jantar do Povo

23h00, Açude dos Frades – Dragon Fire

Sexta 8 julho

10h00 – Desfile Templário infantil

20h00, Convento de Cristo – Jantar Real

22h45 – Recriação do Cerco de 1190 ao Castelo Templário

Sábado 9 julho

10h00 e 13h00 – Visitas Culturais

22h00 – Cortejo Templário noturno

Domingo 10 julho

9h00, Mata dos Sete Montes – Torneio Rota dos Castelos (Arco e Besta Históricos)

10h00 e 13h00 – Visitas Culturais

Feira de Artesanato e Tasquinhas no Mouchão

(dias 7 – 18h00 às 24h00 | dia 8 – 18h00 à 1h00 | dia 9 – 12h00 à 1h00 | dia 10 – 12h00 às 19h00)

Praça dos Ofício na Praça da República

(dias 7 e 8 – 18h00 às 24h00 | dia 9 – 15h00 às 24h00 | dia 10 – 15h00 às 19h00)

Preçário:

Recriação do Cerco: geral – 2€ / até aos 12 anos – entrada livre

Jantar do Povo: geral – 17€ / 3 a 9 anos – 12€

Jantar Real: geral – 35€ / 3 a 9 anos – 25€

Visitas Culturais: 3€

Bilhetes à venda no Posto de Turismo: 249 329 823

Festa Templária regressa a Tomar de 7 a 10 de julho. Foto: Luís Ribeiro

Luis Ribeiro

Natural e residente em Tomar, tem como profissão Distribuidor, mas é com a fotografia que se identifica. É amante desta arte em geral, mas a sua verdadeira paixão é a Natureza e Vida Selvagem e os Retratos. É autor do livro de fotografia “Alma Nabantina” e fundador/administrador dos grupos do Facebook “Amigos da Fotografia de Tomar” e "Fauna de Tomar”. Colabora na área de fotografia na imprensa regional e local e já em 2018 foi júri convidado de dois concursos de fotografia. Neste ano conta também com duas exposições de fotografia coletivas, preparando atualmente a terceira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.