Centro Escolar em Linhaceira, Tomar, é uma obra aguardada desde 2018 e que entra em funcionamento esta segunda-feira, dia 5 de abril. Foto: DR

A Câmara Municipal de Tomar aprovou na passada reunião ordinária de executivo camarário a prorrogação do prazo de empreitada de construção do Centro Escolar da Linhaceira até 31 de agosto de 2020, na prossecução do interesse público. A autarca Anabela Freitas refere que a intenção é que o novo ano letivo já arranque no novo centro escolar.

Segundo a socialista Anabela Freitas, presidente da CM Tomar, tal acontece com efeitos retroativos e obrigará a uma reprogramação financeira. “O que está acordado é decorrer empreitada até dia 31 de agosto, para se poder iniciar o novo ano letivo naquela escola”, afirmou a autarca tomaranse.

Foi na reunião de 13 de novembro de 2017 que o executivo aprovou por unanimidade adjudicar a empreitada de construção do Centro Escolar da Linhaceira no valor de 1.498.618,00 euros, acrescido do IVA, o que perfaz um total de 1.588.535,08 euros à empresa TECNORÉM, Engenharia e Construções, SA.

O novo edifício escolar da freguesia de Asseiceira está a ser construído no lado poente do Salão Multiusos da Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira, passando a constituir o cartão de visita da aldeia para quem venha do lado da sede de freguesia. O Município apoiou a construção do pavilhão em troca da cedência do terreno (propriedade da ACRL) para erigir o Centro Escolar, cujos alunos irão usufruir das instalações, nomeadamente para atividades desportivas.

Trata-se de um projeto da responsabilidade do Atelier Rua, escolhido a partir de três ideias apresentadas publicamente, tendo recebido o aval das diversas entidades envolvidas (Associação de Pais da Linhaceira, Agrupamento de Escolas Templários, Junta de Freguesia de Asseiceira e Município de Tomar).

Este centro escolar vai suprir uma necessidade e concretizar uma antiga ambição daquela comunidade, agrupando num único espaço as turmas que habitualmente estavam distribuídas por vários edifícios na aldeia, incluindo uma em contentor sala de aula. O novo centro escolar será dotado de outras valências para melhoria das condições de ensino-aprendizagem daquela comunidade educativa.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *