Foto: CM Tomar

Foi no Dia Nacional dos Centros Históricos, a 28 de março, que decorreu a 26ª reunião da Rede de Museus do Médio Tejo (RMMT), tendo o encontro sido realizado no Moinho da Ordem, situado no Complexo Cultural da Levada. Contando com a presença de técnicos e dirigentes das áreas de museologia e património cultural da maioria dos municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), o encontro não se concentrou no passado, debatendo antes o presente e o futuro.

A reunião, além de se ter destacado por se realizar presencialmente, pautou-se ainda por formalizar a nova coordenação da RMMT que, em articulação com todos os membros e a própria CIMT, será orientada até 2024 por João Pinto Coelho, técnico superior do Município de Tomar.

No evento aproveitou-se ainda para se começar a preparar o IV Encontro de Museus do Médio Tejo (com realização prevista para o mês de novembro) e discutiu-se um conjunto de iniciativas internas e do domínio público, vocacionadas para diferentes setores profissionais e sociais, a terem lugar ao longo de 2022.

Foto: CM Tomar

A equipa do Gabinete de Museologia e do Património Cultural do Município de Tomar organizou ainda uma visita técnica ao Complexo Cultural da Levada de Tomar, que possibilitou que os representantes dos diferentes municípios ficassem a conhecer os projetos dos Núcleos Museológicos da Fundição Tomarense e da Central Elétrica, assim como do projeto criativo “A Moagem – Fábrica das Artes”.

“Afirma-se, assim, a aposta regional nas áreas do turismo e da cultura, com a implementação e operacionalização de ações sustentáveis no domínio da museologia e do património cultural, nomeadamente no Município de Tomar, tal como o trabalho em torno da qualificação técnica e científica dos recursos humanos locais e dos projetos em curso”, refere a autarquia tomarense em comunicado.

Foto: CM Tomar

A RMMT, constituída em 2018, é uma estrutura informal composta por museus e núcleos museológicos integrados na Rede Portuguesa de Museus, por museus municipais e outras entidades museológicas privadas e do Estado Português. A Rede estende-se, também, a projetos museológicos em constituição com manifesto interesse em acompanhar, participar e cooperar nas atividades da RMMT.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.