O centenário Café Paraíso, em Tomar, na Rua Serpa Pinto (mais conhecida por Corredoura) integra a rede de Cafés históricos de Portugal. Foto: Fernando Fidalgo

O centenário Café Paraíso, em Tomar, integra a Associação dos Cafés com História de Portugal, que saiu vencedora na categoria de “Produtos Turísticos Temáticos Transnacionais”, da edição de 2020 dos prémios atribuídos pela European Cultural Tourism Network (ECTN). A distinção adveio da apresentação do projeto “Rota dos Cafés Históricos da Península Ibérica”.

A Associação alcançou o prémio ao apresentar “a criação de uma rede entre Portugal e Espanha que estabeleça um itinerário de cafés históricos, enquanto representantes do património material e imaterial, da História, da identidade e da memória viva da nossa sociedade e das nossas cidades”, sublinhando que, devido à sua longevidade comercial, se pode afirmar que “são eles, também, uma das expressões dos valores, das tradições, das memórias e das vivências sociais das nossas cidades, dos nossos países e da própria Europa”.

Segundo a Associação, “os cafés históricos poderão contribuir para o desenvolvimento e coesão territorial, mas também para a sustentabilidade económica, social, cultural (onde se inclui a gastronomia) e turística das populações dessas regiões”.

Café Paraíso, um espaço de tertúlia centenário e emblemático em Tomar, assinalou 109 anos de existência a 20 de maio. Tem passado de geração em geração da família Grego. Foto: DR

Ao criar a Rota dos Cafés Históricos da Península Ibérica , pretende-se também criar “uma oportunidade para viajar, para descobrir e conhecer a história, a herança cultural e a diversidade social, que é dada a conhecer por cada um dos cafés históricos que se localizam nas diversas regiões de Portugal e Espanha”.

Para já, segundo a Associação, “está a ser estruturado um projeto piloto, envolvendo os Cafés Históricos do Centro de Portugal e os Cafés Históricos da Galiza, contando as suas histórias através de tertúlias, mas também promovendo a música, a gastronomia, as artes (pintura, fotografia, escultura, poesia, …) de cada uma destas regiões”.

Os Prémios Europeus de Turismo Cultural são uma iniciativa da European Cultural Tourism Netwok (ECTN) com a colaboração da NECSTour, da Europa Nostra, da European Travel Commission, da European Commission Directorate-General of Education and Culture e conta com o apoio da Iter Vitis Cultural Route e da Phoenicians Cultural Route.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.