Fazer com que Tomar seja “um concelho sustentável e corresponsável, em que o bem-estar de todos os cidadãos seja uma prioridade”, graças à intervenção de vários parceiros é o principal objetivo do Plano de Desenvolvimento Social de Tomar.

O documento – que se destina ao período 2015-2020 – foi apresentado e aprovado na reunião do Conselho Local de Ação Social (CLAS), no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

De acordo com uma nota do município, o vereador Hugo Cristóvão explicou, na ocasião, aos parceiros, que este “é um desafio às entidades com intervenção na área social, nomeadamente na necessidade de incrementar inovação e na criatividade das intervenções efetuadas”.

O vereador socialista frisou que os objetivos são vão ser conseguidos se for estimulada “uma cultura de corresponsabilização, um efetivo trabalho técnico de autonomização e desenvolvimento de competências e, sobretudo, o envolvimento das pessoas e famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade”.

O Plano de Desenvolvimento Social de Tomar vai estar disponível para consulta no site do município em www.cm-tomar.pt

 

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *