O projeto nasceu em casa do cantor e compositor brasileiro Pierre Aderne. Foto: DR

O anfiteatro do Parque Municipal da Chamusca recebe esta sexta feira, dia 5 de agosto, pelas 21h00, a tertúlia musical “Rua das Pretas”, um espetáculo ao ar livre que apresenta uma mistura de vários estilos musicais, como fado, bossa nova, folk ou jazz, entre outros.

O projeto nasceu em casa de Pierre Aderne, cantor e compositor brasileiro, em Lisboa há vários anos, com o objetivo de ser apenas um encontro íntimo e secreto de amigos ligados ao mundo da música. Por lá passaram grandes vozes da língua portuguesa, tais como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Ana Moura, Carminho, José Eduardo Agualusa, Valter Hugo Mãe entre tantos outros.

O sarau migrou mais tarde para um palacete no Príncipe Real, onde durante três anos se realizaram encontros semanais aos sábados, com sessões sempre esgotadas. O espetáculo já passou pelo palco do Coliseu dos Recreios e do Coliseu do Porto, e esteve em digressão por várias cidades do mundo, tais como Madrid, Paris, Londres, Berlim, Tóquio ou Nova Iorque. 

Antes do projeto “Rua Das Pretas”, Pierre Aderne trabalhou como compositor com os músicos António Zambujo e Seu Jorge, tendo colaborado também com Tito Paris, Gisela João, Cuca Roseta, Sara Tavares, Rita Red Shoes, Mário Laginha, Jorge Palma entre muitos outros.

Com entradas gratuitas, o espetáculo está inserido na Programação em Rede da Lezíria do Tejo, promovida pela CIMLT e pelos onze municípios associados (Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém).

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.