Reunião de Câmara Municipal de Sertã. A vereadora Cláudia André. Foto de arquivo

Na reunião da Câmara Municipal da Sertã realizada no dia 12 de abril, por videoconferência, a vereadora Cláudia André (PSD) usou da palavra no período de antes da ordem do dia para alertar sobre os efeitos do confinamento na população sénior, que sofre com o isolamento e a solidão.

A eleita referiu as atividades que a câmara desenvolvia até março de 2020 e que foram interrompidas pela pandemia de Covid-19, ao mesmo tempo que sublinhou o impacto que tem a falta de atividade física, social e mental nos idosos.

A este propósito, questionou o presidente da Câmara acerca do reinício das atividades da academia sénior e da ginástica sénior nesta fase de desconfinamento, lembrando que algumas iniciativas podem ser realizadas ao ar livre com menor risco de contágio.

Em resposta, José Farinha Nunes (PSD) anunciou o recomeço das atividades “assim que houver luz verde da Proteção Civil”, ou seja, logo que estejam garantidas as condições de saúde e segurança.

O autarca reconheceu que aquelas atividades “fazem muita falta” e disse temer o surgimento de problema de saúde mental entre a população sénior.

O presidente da Câmara realçou que, nesta altura, o concelho não regista quaisquer casos de Covid-19.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.