Ponte de madeira sobre a Ribeira da Sertã. Foto: mediotejo.net

Ex-libris da Sertã nos últimos 10 anos, a pedonal de madeira localizada junto à Alameda da Carvalha, no centro da vila, vai ser desmontada devido a problemas de segurança.

Os trabalhos começam esta terça-feira, dia 25 de janeiro, apesar de a referida ponte já estar interdita à passagem de peões desde dezembro de 2020.

O presidente da Câmara refere que “a ponte é retirada por uma questão de segurança. A decisão de remover a ponte é tomada com base na opinião de peritos que alertaram para o risco de queda iminente e para a necessidade urgente de a remover.”

Carlos Miranda acrescenta que “neste caso, nem seria necessária a opinião dos peritos, dado que qualquer pessoa que olhasse de perto para a ponte observaria facilmente o avançado estado de deterioração que apresenta”.

Foi a 26 de novembro de 2021, numa das primeiras reuniões do novo executivo camarário de maioria PS, que o presidente anunciou a intenção de remover a ponte de madeira entre as margens da ribeira da Sertã, por falta de condições de segurança, risco de colapso e poucas hipóteses de recuperação.

Na ocasião, Carlos Miranda revelou que “os técnicos estão extremamente preocupados” e que “os sinais de degradação são tão evidentes” que a única decisão que restava era mesmo retirar a ponte.

Para já a Câmara Municipal ainda não se pronunciou sobre uma eventual substituição da ponte.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Entre na conversa

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.