O Município da Sertã pretende assinalar esta quadra natalícia com atividades dirigidas às instituições do concelho que possuem jardins de infância ou centros de dia e lares de terceira idade.

Designada «Neste Natal estamos mais próximos», a iniciativa consta de um espetáculo de teatro infantil e de um concerto musical a transmitir, em circuito fechado de televisão, apenas nas instalações daquelas instituições.

A emissão do programa, previamente produzido pelo Município da Sertã, destina-se a ser exibido a todos os que estão nos jardins de infância e nos centros de dia e lares de terceira idade do concelho. No caso dos jardins de infância será transmitida a peça de teatro infantil «Um Sonho de Natal», enquanto nos centros de dia e lares será mostrado o concerto musical com o pianista Marco Figueiredo e a cantora Paloma a interpretarem êxitos do Festival da Eurovisão.

O presidente da Câmara Municipal da Sertã acredita “no sucesso desta atividade, que é uma prenda de Natal do Município para todas as instituições que trabalham com a nossa população mais jovem e também com os nossos idosos”.

Para José Farinha Nunes, “este é um Natal que será com certeza diferente mas que não queremos que tenha menos brilho do que os anteriores. Esta iniciativa é sinónimo disso mesmo: queremos levar o Natal até às pessoas e transmitir uma mensagem de paz e amor, em ambiente de confraternização”.

As instituições que receberão esta prenda do Município da Sertã são: Santa Casa da Misericórdia da Sertã (O Pinheirinho e lares de terceira idade), Centro Social São Nuno de Santa Maria (pré-escolar, centro de dia e lar), Agrupamento de Escolas da Sertã (jardins de infância da Sertã, Cernache do Bonjardim, Pedrógão Pequeno, Cumeada, Cabeçudo, Castelo, Troviscal e Várzea dos Cavaleiros), Centro Social de Nossa Senhora da Confiança – Pedrógão Pequeno, Centro Social de Nossa Senhora da Assunção – Castelo, Associação Social e Cultural da Freguesia do Figueiredo, Centro Social, Cultural e Desportivo do Marmeleiro, Centro de Assistência da Freguesia do Troviscal, Centro Social e Bem Estar da Várzea dos Cavaleiros, Centro de Apoio à Terceira Idade de Santa Ana – Cumeada e Centro de Assistência Social da Freguesia do Cabeçudo.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.