Material recuperado pela GNR. Foto: GNR

Um homem e uma mulher, ambos de 25 anos, foram identificados pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC), do Comando Territorial de Castelo Branco da GNR, pelo crime de furto qualificado, na Sertã.

As investigações iniciadas em junho culminaram com um mandado de busca à residência do casal, a 7 de julho, onde foi possível recuperar o material informático furtado na Academia Sénior, que funciona na antiga Escola Primária de Santo António.

Os militares da Guarda apuraram que, para concretizarem o furto, a mulher fez vigilância ao local, sempre com alguma distância, e que avisou o suspeito quando seria o momento ideal para efetivar o furto, refere o comunicado da GNR. Após essa informação o homem arrombou a porta, e subtraíram todo o material informático, com um valor total de 3 mil euros.

O casal foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Sertã.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.