Barragem do Cabril homologada como empreendimento de fins múltiplos. Foto: DR

A barragem do Cabril, situada no rio Zêzere, entre Pedrógão Pequeno (Sertã) e Pedrógão Grande (Leiria), foi homologada como empreendimento de fins múltiplos pelo ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro.

“Verificando que o aproveitamento hidráulico do Cabril (AH do Cabril), localizado no rio Zêzere, garante atualmente duas utilizações dos recursos hídricos, produção de energia hidroelétrica, que constitui a utilização que deu origem à implantação do AH do Cabril, e o abastecimento público, é classificado como equiparado a empreendimento de fins múltiplos por integrar mais do que uma utilização principal, o aproveitamento hidráulico do Cabril”, lê-se no documento, a que a Lusa teve acesso este mês de janeiro.

O documento em causa é assinado pelo vice-presidente do Conselho Diretivo da APA – Agência Portuguesa do Ambiente, José Pimenta Machado, e pelo Diretor-Geral da DGEG – Direção-Geral de Energia e Geologia, João Correia Bernardo.

Assim, “após homologação da presente classificação de equiparado a fins múltiplos, pelo Ministro do Ambiente e Ação climática, serão desencadeados, pela APA, os procedimentos de atribuição da gestão das infraestruturas comuns”, indicou.

“A classificação como empreendimento de fins múltiplos ou equiparados vai permitir que os encargos, associados à manutenção e conservação das infraestruturas comuns a diversos fins, sejam repartidos entre os utilizadores de usos principais (os titulados por concessão), cuja gestão não se substituiu, no mais, aos direitos e obrigações dos utilizadores individuais nem às atividades económicas por eles desenvolvidas”, de acordo com o documento.

Esta atribuição “da gestão de empreendimentos de fins múltiplos ou equiparados aos utilizadores vai permitir potenciar a utilização sustentável dos recursos hídricos, afetos aos empreendimentos, através de uma gestão conjunta e integrada dos mesmos, bem como a internalização dos custos e benefícios associados à utilização e gestão dos recursos hídricos afetos aos empreendimentos”, explicou.

Esta barragem está concessionada atualmente à EDP.

A barragem do Cabril, no rio Zêzere, une o concelho de Pedrógão Grande (distrito de Leiria) à freguesia de Pedrógão Pequeno (concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco).

Com 136 metros de altura e 290 metros de comprimento de coroamento, a Barragem do Cabril é uma das maiores barragens portuguesas. A capacidade de descarga é de 2.200 m³/s.

c/LUSA

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *