Freixo do Convento em Sardoal candidato a Árvore do Ano 2023. Créditos: CMS

O Município de Sardoal entregou, em 14 de novembro, a candidatura à União da Floresta Mediterrânica (UNAC) do Freixo do Convento de Santa Maria da Caridade a Árvore do Ano 2023. Na base desta candidatura está a história e a imponência destas árvores que foram trazidos de Nagasaki, Japão, no final do século XV por marinheiros do Sardoal integrados na equipagem de Vasco da Gama, na Viagem da Companhia das Índias.

Refira-se que o freixo apresentando a concurso faz parte de um conjunto que embeleza escadaria do Convento de Santa Maria da Caridade e que tem cerca de 30 metros de altura e 2 metros de perímetro.
Os resultados da primeira fase da seleção das árvores serão conhecidos a 27 de novembro e o vencedor será anunciado a 6 de janeiro de 2023.

Realce-se que este concurso tem como objetivo “destacar a importância das árvores antigas na herança cultural e natural, que merece toda a nossa atenção e proteção. Ao contrário de outros concursos, a Árvore Europeia do Ano não se foca apenas na beleza, no tamanho ou na idade da árvore, mas sim na sua história e relações com as pessoas”.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *