O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, acolhe a Exposição “O Homem coração de choupo: o processo de produção do livro em pop-up”.

O Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, acolhe, entre 8 de junho e 2 de julho, a exposição “O Homem coração de choupo: o processo de produção do livro em pop-up”. A exposição conta com diversas maquetas elaboradas ao longo do processo de construção do livro “O Homem coração de choupo”, o primeiro livro pop-up português, da autoria de Marco Taylor.

No âmbito desta mostra, o autor fará, na quarta-feira, dia 8 de junho, pelas 14h30, no Centro Cultural, uma sessão explicativa sobre este processo. A sessão é aberta ao público em geral.

Marco Taylor nasceu em 1973. É professor de Educação Visual e Educação Tecnológica, tendo frequentado a Escola Secundária Artística António Arroio e a Escola Superior de Educação de Beja.

Realiza exposições coletivas e individuais de pintura, escultura e ilustração desde 1995. Foi o criador e o diretor do Animatu – Festival Internacional de Cinema de Animação Digital, que se realizou em Beja durante vários anos. Começou a publicar livros no final de 2013. Tem vários livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura.

A iniciativa decorre no âmbito da comemoração dos 25 anos da Biblioteca Municipal de Sardoal.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.