O Paúl do Boquilobo estende-se pelos concelhos de Torres Novas e da Golegã e está classificado como reserva natural da biosfera pela Unesco. Fotografia: mediotejo.net

“Desde tão distantes épocas a gente nascida e vivida na minha aldeia aprendeu a negociar com os dois rios que acabaram por lhe configurar o carácter, o Almonda, que a seus pés desliza, o Tejo, lá mais adiante.”

José Saramago, in “As Pequenas Memórias”

Esta sexta-feira, 24 de junho, celebra-se o 42º aniversário da Reserva Natural do Paul do Boquilobo e a Fundação José Saramago promove às 15h30, na Azinhaga (aldeia natal do escritor), a conferência “O Rio da minha Aldeia”.

A conferência será moderada por Violante Saramago Matos (Fundação José Saramago e bióloga), com as intervenções de Fernando F. Pereira (Reserva Natural do Paul do Boquilobo), Filipa Coelho (Associação 30por1linha), Tiago Brandão Rodrigues (Presidente da Comissão do Ambiente da Assembleia da República) e Tiago Silva (biólogo). 

No final serão lidos excertos de obra de José Saramago relacionados com o rio Almonda e com o Paul do Boquilobo.

Patrícia Fonseca

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.