Rui Pedro Gaivoto sagra-se campeão de Sub-15 nos Emirados Árabes Unidos. Foto: Al-Nasr

O louriceirense Rui Pedro Gaivoto conduziu o Al-Nasr ao título de campeão dos Emirados Árabes Unidos, na categoria sub-15. Uma vitória por 2-1 alcançada no último minuto, frente ao Al Wasl, permitiu que o Al-Nasr conquistasse o campeonato a uma jornada do fim e um título que fugia há uma década. Em declarações ao mediotejo.net, Rui Gaivoto destacou a importância do momento.

“Esta conquista foi muito importante face à reconhecida competência e qualidade dos treinadores portugueses pelo mundo fora. Não que fosse extremamente necessário vencer a liga para fazer jus a esse reconhecimento do treinador português porque a qualidade de futebol que a minha equipa apresentou no campo foi imensamente superior ao das outras equipas, mas foi o culminar de dois anos a trabalhar com esta equipa”, disse hoje o técnico português, natural do concelho de Alcanena.

Em declarações ao nosso jornal, Rui Gaivoto lembrou que no ano passado, nos sub-14, não houve liga devido à pandemia, apenas um torneio alusivo às festividades do Ramadão, o qual o Al-Nasr acabou por vencer. “Este ano com a vantagem de há levarmos uma época juntos, assimilação de ideias e processos bem definidos, as expectativas de início de época eram de fazermos um campeonato consistente e lutar pelos lugares cimeiros da classificação. Desde o início que estivemos no 1º lugar e fomos líderes de início ao fim com uma regularidade impressionante com duas séries de 7 vitórias consecutivas e com o pleno de vitórias nos nove jogos disputados na condição de visitante, sendo nós a melhor defesa e o melhor ataque do campeonato”, notou, assinalando a importância de uma conquista que fugia há uma década.

Natural de Louriceira (Alcanena), Rui Pedro Gaivoto sagrou-se campeão de Sub-15 nos Emirados Árabes Unidos. Foto: Al-Nasr

“Para o clube Al-Nasr foi sem dúvida um conquista importante uma vez que sendo um dos grandes clubes dos Emirados e com alguma tradição na formação no que respeita a conquistas e boas classificações, há mais de uma década que não conseguia um título nos chamados escalões de Academia (entre os sub 14 e sub 19), onde nestas faixas etárias existem clubes com muitos títulos como o Al Ain, Shabab Al Ahli , Al Wahda ou Al Jazira, os quais conseguimos derrotar nesta época e assim conquistar a liga. Para além da qualidade que apresentámos e do título de campeão , ainda conseguimos juntar outra requisito importante para o clube , que foi fornecer 2 jogadores (um ainda sub 14 que jogou toda a época connosco e um sub 15) a seleção nacional de sub 16”, destacou o técnico, que não esqueceu a valorização dos treinadores portugueses e as raízes em Portugal.

Esta é a terceira passagem de Rui Pedro Gaivoto, de 37 anos, no estrangeiro. Foto: Al-Nasr

“A vinda para o Al-Nasr tem sido uma experiência fantástica ainda mais numa cultura e mentalidade tão diferente da europeia e conseguir este resultado ainda valoriza mais o trabalho que tem sido feito. São estes momentos que nos aconchegam o coração e a alma quando estamos longe do nosso país, família e amigos por um largo período de 10 meses”, disse Gaivoto, num momento feliz na sua carreira e que mereceu especial dedicatória.

“Dedico esta vitória a todas as pessoas que me tem apoiado ao longo dos anos nos bons e nos maus momentos e muito em particular aos amigos e a família que mesmo longe estão sempre para o que der e vier. Neste momento, não posso esquecer os clubes que representei ao longo dos anos, com maiores ou menores dificuldades todos me ajudaram a crescer, em especial aos clubes em Portugal que representei, a EFCA, o CD Amiense e a AD Mação que me deram a oportunidade de trabalhar numa fase tão precoce e ainda tão novo para um treinador de futebol”.

Esta é a terceira passagem de Rui Pedro Gaivoto, de 37 anos, no estrangeiro. Depois de ter coordenado a formação dos japoneses do Shonan Bellmare, e de ter trabalhado na China, onde desempenhou funções numa Academia do Sporting, o técnico rumou aos Emirados Árabes Unidos, onde está a cumprir a segunda temporada no Al-Nasr, clube do Emirado de Dubai, tendo agora alcançado o grande objetivo a que se propôs: ser campeão nacional na categoria Sub-15.

Natural de Louriceira, Alcanena, Rui Gaivoto fez toda a sua formação na Escola de Futebol do Concelho de Alcanena (EFCA) (1995-2002), onde se iniciou com treinador (2007-2013). Treinou as camadas jovens do Amiense nas épocas 2013/2014 e 2014/2015, orientando os seniores entre as temporadas desde 2015/2016 e até 2017/2018, tendo partido depois para a China, onde foi convidado a desempenhar funções numa Academia do Sporting.

Rui Gaivoto assumiu o comando técnico do Mação, a disputar o Campeonato de Portugal, em setembro de 2018. Foto arquivo: mediotejo.net

Da China regressou ao nosso país a convite da Associação Desportiva de Mação para disputar o Campeonato de Portugal, e abraçou depois uma carreira internacional nos Emirados Árabes Unidos, a convite do Al-Nasr, onde se sagrou agora campeão sub-15.

Este é um troféu da equipa que liderou o campeonato de iniciados desde o início da época e que tem agora mais quatro pontos que o segundo classificado, o Shabab Al Ahli Dubai.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.