A Kentucky Fried Chicken, uma rede de restaurantes de fast-food norte americana, abre esta semana um novo espaço em Torres Novas. Foto: DR

A Kentucky Fried Chicken (KFC) vai  alargar a sua rede de restaurantes a Torres Novas, estando a cerimónia de inauguração marcada para esta quarta-feira, dia 3 de agosto. A kFC é uma rede de restaurantes de fast-food norte americana criada em 1939 que tem no frango frito a sua especialidade, explorando uma antiga receita. O estabelecimento comercial de Torres Novas vai criar cerca de 20 postos de trabalho.

É ao lado do Burger King e em frente ao Pingo Doce e ao McDonald’s, que vai nascer um novo espaço da rede de restaurantes KFC (Kentucky Fried Chicken). O empreendimento ocupa uma área total de cerca de 2700 metros quadrados (cerca de 300 são efetivamente dedicados ao restaurante), pelo que vai dispor de 80 lugares sentados no interior e 30 na esplanada. A zona de estacionamento vai dispor de lugares para pessoas com deficiência e para carregamento de veículos elétricos.

O lançamento da “primeira pedra” do Kentucky Fried Chicken (KFC) de Torres Novas decorreu no dia 11 de abril, num momento que contou com a presença de Pedro Ferreira, presidente do município torrejano, que se mostrou agradado com a dinâmica que está a ser criada na zona, antevendo mais investimento.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Novas afirmou na ocasião que é de iniciativas destas que “o concelho precisa, a região precisa, o país precisa. Precisamos de mais gente em Torres Novas, mais gente a nascer, mais gente a residir, e é também com iniciativas deste género que se ajuda a contribuir para que isso aconteça”, defendeu.

Foto: mediotejo.net

Ao mediotejo.net, o líder do município de Torres Novas diz ver com “muito agrado” o desenvolvimento em termos de apostas de investimento que têm ocorrido ao longo dos últimos anos numa zona com “particularidades especiais” e “fora do centro histórico”, na qual o próprio município está também a desenvolver um “grande” projeto, a USF (Unidade de Saúde Familiar) Cardílio, que vai estar localizada perto do Hospital.

“Saber que há marcas diferenciadoras que apostam em Torres Novas e que não se encontram por muitas zonas do país, por muitos municípios, é porque realmente o nosso concelho está a ser atrativo para esses investimentos”, congratulou-se o edil, sublinhando ainda a ideia de que estes sinais de desenvolvimento costumam depois atrair habitação, algo que, segundo o autarca, Torres Novas precisa.

“Estes sinais fazem atrair mais pessoas para Torres Novas e mais investimentos, portanto isto é uma corrente, se tudo estivesse parado, se não houvesse estes exemplos, certamente que era tudo diferente, mas é com muito agrado e com uma alegria enorme no dia de hoje que assisti ao lançamento da primeira pedra e que trará os seus primeiros resultados, segundo tudo indica, para começar a trabalhar em agosto, portanto vamos puxar por isso e aplaudir e agradecer a quem realmente apostou em Torres Novas”, disse em abril, confirmando-se agora que os calendários previstos foram cumpridos.

Local onde vai ser construído o restaurante KFC. Foto: mediotejo.net

Também presente no momento esteve o vereador Luís Silva, responsável pelo pelouro do Urbanismo, tendo adiantado existir um conjunto de projetos habitacionais para aquela zona, pelo que “não só a área comercial e de serviços está aqui em grande crescimento, como também a parte habitacional vai crescer muito aqui brevemente”.

“Vamos ter aqui uma nova cidade dentro de pouco tempo”, enfatizou. 

Já Jorge Santos, CEO da Jgcs, entidade investidora do projeto em parceria com a Ibersol, depois de referir que o número de postos de trabalho deve rondar os 20 trabalhadores, pelo menos numa primeira fase, explicou ao nosso jornal que o investimento em Torres Novas se deve ao facto de o seu grupo procurar fazer investimento “onde há massa crítica, onde há negócio e há poder de compra”, bem como “em autarquias que são amigas do investidor e que fazem as coisas acontecer”.

Foto: mediotejo.net

Em vista também para a mesma zona, do outro lado do Burger King, segundo disse Jorge Santos ao mediotejo.net, está a implementação de um posto de combustível da BP, que também contará com sistema de lavagens.

Sem dar timing ou marca, disse ainda estar previsto para breve um outro projeto de investimento relativo a “uma unidade que pode trazer cerca de 50 postos de trabalho”.

Em abril começaram a decorrer as limpezas do terreno e a montagem do estaleiro, seguindo-se as obras propriamente ditas, num processo muito célere devido ao facto destes edifícios serem muito tipificados.

Na página de recrutamento da Ibersol é possível encontrar vagas de emprego para o KFC de Torres Novas.

c/Rafael Ascensão

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Entre na conversa

1 Comentário

  1. Vou fazer votos para que o Burguer King e o KFC fechem em Torres Novas, que o McDonalds não merece tanta concorrência. O KFC que vá para o Entroncamento ou assim, deixe Torres Novas em paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.