Portugal Air Summit 2022. Créditos: CMPS

A manhã de sábado, 15 de outubro, ficou marcada pela forte adesão do público aos diferentes workshops sobre os temas da aviação, defesa e património aeronáutico. Estes contaram com oradores do programa Ciência Viva, do Aeroclube de Portugal, do Vintage Aeroclube e de pilotos históricos do setor.

Antes de almoço, os céus de Ponte de Sor começaram a ganhar vida com os treinos práticos dos pilotos participantes nos vários espetáculos e corridas aéreas que atraíram milhares de entusiastas da aviação, curiosos e visitantes. E a partir das 13h00 arrancou o programa de air shows, com a Air Race Championship, uma corrida aérea de grande velocidade.

Portugal Air Summit 2022. Créditos: CMPS

A seguir aconteceram vários outros momentos marcantes nos céus de Ponte de Sor, como o voo acrobático do Spitfire, um avião de combate da II Guerra Mundial, que esteve presente em Portugal pela segunda vez em 50 anos, e a descolagem e passagem aérea do avião civil de passageiros A320 da SATA, que aterrou, pela primeira vez, no Alto Alentejo, fazendo história no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor. Sem esquecer o desempenho da equipa de acrobacias aéreas Raven, liderada por pilotos civis britânicos, que fizeram as delícias dos aficionados e dos presentes no local.

Os pilotos foram as superestrelas do dia, com a presença do ex-campeão mundial Ramón Alonso, do piloto Castór Fantoba, atual campeão nacional espanhol nos estilos Clássico e Freestyle, e do português Luís Garção, piloto comandante de Airbus A330 na TAP Air Portugal, e especialista em acrobacia aérea há quase 30 anos, que demonstrou as suas habilidades aéreas com o seu Pitts S2B.

Portugal Air Summit 2022. Créditos: CMPS

Ao início da noite, os pilotos Guy Westgate e Rob Barsby, da Aerosparx, iluminaram os céus com um espetáculo de velocidade, luz, cor e música, a bordo de dois aviões equipados com leds na fuselagem e pirotecnia nas asas. Um momento ao mais puro estilo acrobático seguido pela comunhão perfeita entre a arte e a tecnologia com 100 drones autónomos a pintar os céus com incríveis formações, que contam histórias apaixonantes. E a fechar, a novidade desta 6º edição, o Portugal Air Fashion, que trouxe o glamour do estilo da moda vigente a 38.000 pés (ca. 12 km) de altitude, com 10 companhias aéreas a desfilarem as suas fardas num espetáculo único com música e coreografias, que conduziram todos os presentes numa viagem sensorial.

No domingo, dia 16 de outubro, a ação concentrou-se no Município de Oeiras, mais concretamente na Praia de Santo Amaro, com a realização de um Air Show à tarde, entre as 15h30 e as 20h00, que contou com inúmeras acrobacias aéreas que colaram a atenção dos mais de 100 mil visitantes aos céus.

Este foi o segundo dia do programa lúdico, onde as estrelas foram os aviões da Air Race Championship, o Spitfire e os espetáculos aéreos do ex-campeão Mundial Ramón Alonso, do Castor Fantoba, Luís Garção, Quijote, Jacobstars e a The Raven Team. Estiveram presentes também os F16 da Força Aérea Portuguesa e, ao fim da tarde, regressaram os Aerosparx, que iluminaram o espelho de água da Praia de Santo Amaro com o fogo de artifício lançado das suas asas através de uma performance que arrebatou aos presentes.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *